Reino Unido afirma ter interceptado armas 'sofisticadas' de lanchas iranianas

© AP Photo / Marinha dos EUALancha do Corpo de Guardiões da Revolução Islâmica (IRGC, na sigla em inglês) perto do navio de patrulha costeira USS Sirocco (PC6) e do navio de transporte rápido expedicionário USNS Choctaw County (T-EPF 2) no estreito de Hormuz, 20 de junho de 2022
Lancha do Corpo de Guardiões da Revolução Islâmica (IRGC, na sigla em inglês) perto do navio de patrulha costeira USS Sirocco (PC6) e do navio de transporte rápido expedicionário USNS Choctaw County (T-EPF 2) no estreito de Hormuz, 20 de junho de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 08.07.2022
Nos siga noTelegram
Militares britânicos detectaram em janeiro e fevereiro perto da costa iraniana embarcações que transportavam mísseis e outros armamentos sofisticados, disse o Ministério da Defesa do Reino Unido.
Uma fragata da Marinha Real do Reino Unido capturou mísseis iranianos e partes para mísseis em lanchas rápidas perto da costa meridional do Irã duas vezes durante este ano, comunicou na quinta-feira (7) o Ministério da Defesa britânico.
Durante o incidente de 28 de janeiro, um helicóptero Wildcat da fragata britânica HMS Montrose teria notado as embarcações deixando a costa iraniana enquanto conduzia "operações rotineiras". Uma análise das armas no Reino Unido revelou a presença de vários motores para o míssil de cruzeiro de ataque terrestre 351 produzido no Irã, escreve o ministério. Esses mísseis têm um alcance de até 1.000 quilômetros e são usados pelos houthis contra a infraestrutura petrolífera saudita, acrescentou.
Soldados britânicos atuando na Síria - Sputnik Brasil, 1920, 05.07.2022
Panorama internacional
Plano do Reino Unido de reduzir tropas 'vai quebrar' o resto do Exército britânico, alerta general
Segundo o Ministério da Defesa do Reino Unido, também foi encontrado um lote de mísseis antiaéreos 358 iranianos, cujo motor era uma versão não licenciada e pirateada de uma unidade propulsora projetada pela República Tcheca.
Tanto em 28 de janeiro como em outro incidente, em 25 de fevereiro, teriam sido confiscados mísseis terra-ar e motores para mísseis de cruzeiro de baseamento terrestre, sendo que no último caso o destróier americano USS Gridley apoiou a operação britânica com um helicóptero Seahawk.
Trata-se da primeira vez que um navio de guerra britânico apreende armas iranianas "tão sofisticadas", sublinhou o órgão do governo britânico.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала