- Sputnik Brasil, 1920
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

Polícia Federal prende suspeito de ser o mandante do assassinato de Bruno Pereira e Dom Phillips

© AP Photo / Eraldo PeresCartaz com as imagens de Dom Phillips (à esquerda) e Bruno Pereira, assassinados na Floresta Amazônica em 5 de junho de 2022
Cartaz com as imagens de Dom Phillips (à esquerda) e Bruno Pereira, assassinados na Floresta Amazônica em 5 de junho de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 08.07.2022
Nos siga noTelegram
A Polícia Federal (PF) prendeu o principal suspeito de ser o mandante dos assassinatos do indigenista Bruno Araújo Pereira e do jornalista britânico Dom Phillips, disse o órgão ao portal UOL, nesta sexta-feira (8).
De acordo com o site, a PF confirmou a prisão do peruano Rubens Villar Coelho, conhecido como Colômbia. Ele já era investigado por suspeita de tráfico e compra ilegal de pescado, segundo o UOL.
O suspeito foi detido pela delegacia de Tabatinga (AM) em flagrante, usando documentos falsos, na quinta-feira (7). A pena para esse delito pode passar de quatro anos e não permite pagamento de fiança.
Bruno Pereira e Dom Phillips foram assassinados no dia 5 de junho, quando o indigenista e o jornalista faziam uma viagem na terra indígena Vale do Javari, no Amazonas. Seus restos mortais foram encontrados no dia 15 de junho, após um dos suspeitos confessar envolvimento no crime.
© Foto / Funai / Bruno JorgeO indigenista brasileiro Bruno Araújo Pereira, em março de 2019
O indigenista brasileiro Bruno Araújo Pereira, da Funai, em foto de março de 2019 - Sputnik Brasil, 1920, 08.07.2022
O indigenista brasileiro Bruno Araújo Pereira, em março de 2019. Foto de arquivo
Em coletiva de imprensa mais cedo nesta sexta-feira (8), o delegado da PF no Amazonas, Eduardo Fontes, afirmou que Colômbia nega a participação no duplo homicídio, ainda de acordo com o UOL.
A suspeita da PF é que ele comandava um esquema de compra de pescado ilegal, em seguida exportado para lavar dinheiro do tráfico de drogas produzidas no Peru e Colômbia. A polícia já pediu sua prisão temporária para aprofundar as investigações.
Também nesta sexta-feira (8) vence o prazo das prisões dos outros suspeitos de participação no crime: Amarildo da Costa de Oliveira, o Pelado; Oseney da Costa de Oliveira, o Dos Santos; e Jefferson da Silva Lima, o Pelado da Dinha.
O UOL informou que, segundo a PF, a Justiça decidirá a qualquer momento sobre o pedido de prisão preventiva dos três.
Ex-ministro da Educação do Brasil, Milton Ribeiro (foto de arquivo) - Sputnik Brasil, 1920, 25.06.2022
Notícias do Brasil
Juiz diz que tinha 'suspeitas substanciais' para prender Ribeiro e pastores
A Comarca de Atalaia do Norte (AM) repassou a investigação do caso para a Justiça Federal, que ainda não se manifestou. Segundo a juíza Jacinta Silva dos Santos, "a competência da Justiça Federal ocorre toda vez que a questão versar acerca de disputa sobre direitos indígenas".
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала