Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Grande mídia recebeu ordem para realizar boicote à Rússia na cúpula do G20, diz MRE russo

© Sputnik / Abrir o banco de imagensMinistro das Relações Exteriores russo, Sergei Lavrov (terceiro à esquerda) e o ministro das Relações Exteriores chinês Wang Yi durante uma reunião no âmbito do Conselho de Ministros das Relações Exteriores do G20, Indonésia, 7 de julho de 2022
Ministro das Relações Exteriores russo, Sergei Lavrov (terceiro à esquerda) e o ministro das Relações Exteriores chinês Wang Yi durante uma reunião no âmbito do Conselho de Ministros das Relações Exteriores do G20, Indonésia, 7 de julho de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 08.07.2022
Nos siga noTelegram
A representante oficial do Ministério das Relações Exteriores russo afirmou que a grande mídia ocidental recebeu ordem para realizar boicote à Rússia na reunião dos ministros das Relações Exteriores do G20 a qualquer custo, mesmo que isso suscitasse riso de todos.
"Toda a mídia ocidental, ao cobrir a reunião ministral do G20, só faz uma coisa: tenta descobrir, quem e a quem afinal boicotou. Estão correndo, se mexendo, calculam o tempo de estadia dos ministros na sala, seguem seu deslocamento", escreveu Zakharova em seu canal no Telegram.
"Será que Lavrov saiu da sala? Será que ele ouviu alguém até o fim? Será que estava presente durante o jantar de ontem? E quando ele vai partir?", cita a diplomata os exemplos das perguntas de jornalistas.
Entre as questões discutidas no Ocidente hoje não há alimentação, nem migração ou energia, acrescentou Zakharova.
© AP Photo / Ministério das Relações Exteriores da RússiaNesta foto divulgada pelo serviço de imprensa do Ministério das Relações Exteriores da Rússia, a porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da Rússia, Maria Zakharova, fala durante sobre política externa em Moscou, na Rússia, em 17 de setembro de 2020.
Nesta foto divulgada pelo serviço de imprensa do Ministério das Relações Exteriores da Rússia, a porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da Rússia, Maria Zakharova, fala durante sobre política externa em Moscou, na Rússia, em 17 de setembro de 2020. - Sputnik Brasil, 1920, 08.07.2022
Nesta foto divulgada pelo serviço de imprensa do Ministério das Relações Exteriores da Rússia, a porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da Rússia, Maria Zakharova, fala durante sobre política externa em Moscou, na Rússia, em 17 de setembro de 2020.
"A grande mídia recebeu uma ordem: realizar o boicote [à Rússia] a qualquer custo, mesmo que suscite riso de todos os presentes. Se a mídia ocidental tivesse alguma ideia sobre a aritmética, poderia resolver um simples problema matemático: 20-7=13. O que em prática significa o fracasso do boicote mesmo antes de seu início", destacou.
Antes, em Bali, na Indonésia, foi organizado o jantar de boas-vindas para os participantes de uma reunião ministral do G20. Segundo a agência Kyodo, os chefes de diplomacia dos países do Grupo dos Sete (G7) tinham tomado a decisão de faltar ao jantar em protesto contra a presença de Lavrov.
A representante oficial do Ministério das Relações Exteriores russo, Maria Zakharova, ao comentar a situação para a Sputnik, afirmou que Lavrov "realizou uma série de contatos e não notou a falta dos ministros que, como se vê, boicotaram o evento". Na quinta-feira (8), Sergei Lavrov se reuniu, às vésperas do G20, com seus homólogos da China e Turquia, Wang Yi e Mevlut Cavusoglu, respectivamente. Nesta sexta-feira (9), estão programadas negociações com os ministros das Relações Exteriores da Índia, Indonésia, Argentina e Brasil.
Além disso, de acordo com a agência Kyodo, na sexta-feira (8) não foi feita a cerimônia de fotografia dos participantes da cúpula, principalmente devido ao posicionamento do secretário de Estado norte-americano Antony Blinken, que não quis participar do evento na presença de Lavrov.
O ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, durante a recepção de líderes da diplomacia de países africanos no Dia da África, em Moscou, 25 de maio de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 08.07.2022
Panorama internacional
Lavrov: se o Ocidente quer vitória militar da Ucrânia, então não há nada para conversar
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала