Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Empresas da Rússia aumentam o envolvimento com a América Latina, diz embaixador do país no Paraguai

CC0 / Unsplash / Globo terrestre com América Latina em destaque
Globo terrestre com América Latina em destaque - Sputnik Brasil, 1920, 08.07.2022
Nos siga noTelegram
Muitas empresas russas estão começando a se envolver ativamente com os países latino-americanos devido à atual situação política, disse o embaixador da Rússia no Paraguai, Aleksandr Pisarev, à Sputnik nesta sexta-feira (8).
"Na nova realidade política internacional, muitas empresas russas começaram a trabalhar mais ativamente com os países latino-americanos, incluindo o Paraguai", afirmou Pisarev.
O chanceler russo, Sergei Lavrov, fala durante coletiva de imprensa após reunião com seu equivalente venezuelano, Carlos Faría, em Moscou, Rússia, 4 de julho de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 04.07.2022
Panorama internacional
Lavrov: Rússia desenvolverá relações mutuamente benéficas com a América Latina e o Caribe
Nos primeiros cinco meses deste ano, as exportações da Rússia para o Paraguai quase dobraram, somando US$ 116 milhões (R$ 610 milhões), o que sugere que há interesse em desenvolver laços comerciais e econômicos bilaterais.
"Estou convencido de que algumas das tendências negativas deste período de adaptação logo serão deixadas para trás e o volume de negócios russo-paraguaio voltará a crescer, trazendo benefícios tangíveis para os povos de nossos países", acrescentou Pisarev.
Ministro das Relações Exteriores russo, Sergei Lavrov, durante uma de suas muitas visitas ao Brasil, em 26 de julho de 2019 - Sputnik Brasil, 1920, 07.07.2022
Panorama internacional
MRE russo: Moscou e América Latina encontram formas de manter laços apesar das sanções
Desde o lançamento da operação militar especial russa na Ucrânia, os países ocidentais adotaram vários pacotes de sanções contra a Rússia.
Entre as medidas estão restrições econômicas às reservas internacionais russas e a suas exportações de petróleo, gás, aço e ferro.
A escalada de sanções transformou a Rússia, de forma disparada, na nação mais sancionada do mundo, segundo a plataforma Castellum.ai, serviço de rastreamento de restrições econômicas no mundo.
No total, estão em vigor 11.254 medidas restritivas contra a Rússia, segundo os cálculos do site. A quantidade é mais que o triplo das 3.637 sanções impostas pelo Ocidente ao Irã. Na sequência, aparecem a Síria (2.614), a Coreia do Norte (2.111), Belarus (1.133), a Venezuela (651) e Mianmar (567).
O presidente russo, Vladimir Putin, afirmou que a política de conter e enfraquecer a Rússia é a estratégia de longo prazo do Ocidente e que as sanções foram um duro golpe para toda a economia global.
Ex-presidente Lula comparece ao congresso do PSB em Brasília, 28 de abril de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 07.07.2022
Panorama internacional
Grande desafio da esquerda na América Latina: será que novo mapa político tem futuro?
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала