Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Putin: isolamento e genocídio das pessoas em Donbass vinham da Ucrânia

© Sputnik / Mikhail KlimentievVladimir Putin, presidente da Rússia, durante videoconferência sobre a situação do mercado do petróleo e do gás, 14 de abril de 2022
Vladimir Putin, presidente da Rússia, durante videoconferência sobre a situação do mercado do petróleo e do gás, 14 de abril de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 07.07.2022
Nos siga noTelegram
Rússia e sua liderança pretendem fazer tudo para ajudar as pessoas que vivem e trabalham em Donbass, afirmou, nesta quinta-feira (7), o presidente russo Vladimir Putin durante uma discussão com os vencedores do concurso Líderes da Rússia.
"A Rússia, o governo russo e a liderança russa farão de tudo para ajudar as pessoas que vivem e trabalham lá [em Donbass]", disse o presidente.
O isolamento e o genocídio em Donbass era implementado pela Ucrânia, disse o líder russo durante o encontro.
"É isolamento e genocídio, se levarmos em consideração os oito anos da pressão militar", notou ele.
Presidente chamou atenção para algumas das áreas principais em que foi exercida a pressão sobre a população de Donbass.
"As pessoas lá [em Donbass], durante um longo período de tempo – oito anos – permaneceram, no que se pode dizer, entre o céu e a terra. Vocês entendem qual é o problema? Eles não tinham passaportes – nem ucraniano, nem russo. Eles não podiam nem comprar [passagem] de avião para viajar pela Rússia. Não tinham como enviar seus filhos para estudar. Mesmo nas universidades russas. Existem cotas. Significa que os laços com a Ucrânia foram perdidos e com a Rússia não surgiram. Nem estou falando de bombardeamentos e outras [coisas]", explicou Putin.
"Faremos tudo para que a vida das pessoas que moram lá seja totalmente restaurada e normalizada", acrescentou o líder russo.
Sede da Organização para a Proibição de Armas Químicas (OPAQ) em Haia, Países Baixos, 20 de abril de 2017 - Sputnik Brasil, 1920, 06.07.2022
Panorama internacional
Kiev está preparando provocação com substâncias químicas, avisa diplomata russo
A Rússia vem realizando uma operação especial na Ucrânia desde 24 de fevereiro com o objetivo de proteger a população de Donbass, que, como disse Vladimir Putin, presidente russo, tem sido submetida a um "genocídio" por Kiev desde 2014.
As forças combinadas da Rússia e das repúblicas populares de Donetsk e Lugansk já libertaram o território da RPL e uma grande parte da RPD.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала