Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Ocidente tenta impor 'liberalismo totalitário', mas países 'cansaram de se ajoelhar', diz Putin

© Sputnik / Mikhail MetzelO presidente russo, Vladimir Putin, participa de uma reunião do Conselho Econômico Supremo da Eurásia, no Quirguistão, por meio de um link de vídeo no Kremlin, em Moscou, na Rússia, em 27 de maio de 2022
O presidente russo, Vladimir Putin, participa de uma reunião do Conselho Econômico Supremo da Eurásia, no Quirguistão, por meio de um link de vídeo no Kremlin, em Moscou, na Rússia, em 27 de maio de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 07.07.2022
Nos siga noTelegram
O Ocidente está tentando impor um modelo de liberalismo totalitário, com proibições generalizadas em todo o mundo, afirmou o presidente russo, Vladimir Putin, nesta quinta-feira (7).

"Eles estão impondo tal modelo, um modelo de liberalismo totalitário, incluindo a notória cultura do 'cancelamento', com proibições generalizadas, em todo o mundo. Mas a verdade é que os povos da maioria dos países não querem tal vida e tal futuro, mas uma soberania real e significativa. E cansaram de se ajoelhar, humilhar-se diante de quem se considera excepcional", disse Putin, em uma reunião com líderes parlamentares da Duma de Estado (câmara baixa do Parlamento russo).

Segundo o presidente russo, o Ocidente, liderado pelos Estados Unidos, "tem sido extremamente agressivo com a Rússia há décadas".

"Nossas propostas para criar um sistema de segurança igualitária na Europa foram rejeitadas, iniciativas para trabalhar juntos na questão da defesa antimísseis foram rejeitadas, os avisos sobre a inaceitabilidade da expansão da OTAN [Organização do Tratado do Atlântico Norte], especialmente através das ex-repúblicas soviéticas, são ignorados", lembrou.

© Sputnik / Mikhail Klimentev / Abrir o banco de imagensO presidente da Rússia, Vladimir Putin, durante uma discussão com os vencedores do concurso Líderes da Rússia
O presidente da Rússia, Vladimir Putin, durante uma discussão com os vencedores do concurso Líderes da Rússia - Sputnik Brasil, 1920, 07.07.2022
O presidente da Rússia, Vladimir Putin, durante uma discussão com os vencedores do concurso Líderes da Rússia
Mais cedo, o presidente disse que a Rússia e sua liderança pretendem fazer de tudo para ajudar as pessoas que vivem e trabalham em Donbass, durante uma discussão com os vencedores do concurso Líderes da Rússia.

isolamento e genocídio, se levarmos em consideração os oito anos da pressão militar", notou.

Bombeamento de petróleo na região de Alimetievsk, república de Tatarstan, Rússia, foto publicada em 11 de março de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 07.07.2022
Panorama internacional
Países ocidentais teriam decidido faixa para teto do preço do petróleo da Rússia
A Rússia iniciou a operação militar especial, em 24 de fevereiro, com o objetivo de "desmilitarizar" e "desnazificar" a Ucrânia, após pedido de ajuda das repúblicas populares de Donetsk (RPD) e Lugansk (RPL) para combater ataques de tropas ucranianas.
A missão, segundo o Ministério da Defesa russo, tem como alvo apenas a infraestrutura militar da Ucrânia.
Além disso, as Forças Armadas da Rússia têm acusado militares ucranianos de usar "métodos terroristas" nos combates, como fazer civis de "escudo humano" e se alojar em construções não militares.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала