Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Nacionalistas ucranianos planejam ataque a orfanato em Slavyansk

© SputnikMunição entre destroços do caça ucraniano Su-25 derrubado em Kherson, Ucrânia
Munição entre destroços do caça ucraniano Su-25 derrubado em Kherson, Ucrânia - Sputnik Brasil, 1920, 07.07.2022
Nos siga noTelegram
Ataque tem como objetivo acusar tropas russas de promover bombardeios indiscriminados contra civis.
Militantes nacionalistas ucranianos estão planejando um ataque a um orfanato em Slavyansk, cidade localizada na República Popular de Donetsk (RPD), no intuito de acusar o Exército russo de promover bombardeios indiscriminados contra civis. A informação foi dada nesta quinta-feira (7) pelo coronel-general Mikhail Mizintsev, chefe do Centro Nacional de Gerenciamento de Defesa da Rússia.

"Os nacionalistas ucranianos estão preparando outra provocação cínica com a morte de civis para acusar as Forças Armadas russas de infligir ataques indiscriminados a bens civis", disse Mizintsev.

Segundo o militar, os neonazistas detêm à força os funcionários do orfanato no prédio da instituição. Ao mesmo tempo, o prédio está minado, e militantes nacionalistas planejam explodi-lo assim que começarem os ataques da artilharia russa contra alvos militares.
Sede da Organização para a Proibição de Armas Químicas (OPAQ) em Haia, Países Baixos, 20 de abril de 2017 - Sputnik Brasil, 1920, 06.07.2022
Panorama internacional
Kiev está preparando provocação com substâncias químicas, avisa diplomata russo
Desde 24 de fevereiro, tropas russas implementam uma operação militar especial na Ucrânia, com o objetivo de proteger os habitantes em Donbass. As forças combinadas da Rússia, da RPD e da República Popular de Lugansk (RPL) já libertaram o território desta e uma grande parte daquela.
Nesta quinta-feira (7), o presidente russo, Vladimir Putin, afirmou que "a Rússia, o governo russo e a liderança russa farão de tudo para ajudar as pessoas que vivem e trabalham em Donbass". Putin disse que o isolamento e o genocídio em Donbass eram implementados pela Ucrânia.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала