Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

'Barreiras dos EUA e da Europa contra Rússia não deram certo', diz Bolsonaro

© Foto / Alan Santos / Palácio do Planalto / CCBY 2.0O presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, em 19 de maio de 2022 (foto de arquivo)
O presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, em 19 de maio de 2022 (foto de arquivo) - Sputnik Brasil, 1920, 07.07.2022
Nos siga noTelegram
O presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, afirmou que as tentativas dos Estados Unidos e da União Europeia de boicotar economicamente a Rússia não surtiram o efeito esperado.
Segundo ele, além de importante fornecedora de insumos para a agricultura brasileira, a Rússia é uma aliada do Brasil na defesa da soberania da Amazônia.

"As barreiras dos Estados Unidos e da Europa contra a Rússia não deram certo. A minha linha foi do equilíbrio. Mais do que negociar fertilizantes, [busquei] a segurança alimentar para o mundo e a soberania da nossa Amazônia. É um país que está conosco nessa questão de soberania", afirmou o presidente nesta quinta-feira (7), em conversa com apoiadores em frente ao Palácio da Alvorada, conforme noticiou o jornal Valor Econômico.

A declaração ocorreu após o premiê do Reino Unido, Boris Johnson, anunciar sua renúncia ao cargo. Bolsonaro citou o fato, mas não entrou em detalhes. Porém ressaltou que o Brasil está em melhor situação econômica que outras potências mundiais.

"Estão vendo como está o mundo, pessoal? E como está o Brasil? A gente está bem. Todas as previsões do PIB foram revisadas para cima, não por nós. E uma agência falou que ia ter recessão neste ano, mas vai ficar para o ano que vem", disse.

Ministro das Relações Exteriores do Brasil, Carlos França, durante conferência de imprensa conjunta com seu homólogo russo, Sergei Lavrov, em Moscou - Sputnik Brasil, 1920, 06.07.2022
Notícias do Brasil
Brasil defende multilateralismo e independência do Ocidente ao apoiar Rússia no G20, diz analista
Diante de tentativas do Ocidente de isolar a Rússia, por meio da escalada de sanções econômicas e manobras geopolíticas, o Brasil manteve a neutralidade no conflito ucraniano.
Além disso, o Itamaraty se posicionou como voz ativa na defesa da permanência de Moscou no G20, ressaltando a importância da manutenção dos canais de comunicação.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала