Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Proibição de importar dos Países Bálticos poderia ser resposta russa ao bloqueio a Kaliningrado

© Sputnik / Aleksei FilippovBairro residencial às margens do rio Pregoli, na cidade de Kaliningrado
Bairro residencial às margens do rio Pregoli, na cidade de Kaliningrado - Sputnik Brasil, 1920, 06.07.2022
Nos siga noTelegram
A proibição completa das importações dos países do mar Báltico poderia ser uma medida de resposta da Rússia ao bloqueio a Kaliningrado por parte da Lituânia, declarou o governador da região russa, Anton Alikhanov.
Anteriormente, Alikhanov anunciou ter entregado ao governo e à administração do presidente russo um projeto de medidas de resposta ao bloqueio que a Lituânia impôs ao enclave russo.
"Uma destas medidas é a proibição completa de importar à Rússia mercadorias do território dos Países Bálticos", disse ele em entrevista à Sputnik.
O governador explicou que não considera a medida um bloqueio porque os bens poderão entrar na Lituânia através do corredor de Suvalki, um território de 100 quilômetros na fronteira entre Polônia e Lituânia. Os vizinhos da região também poderão usar esse corredor.

"É possível passar, passem, por favor. Mas do ponto de vista econômico e de projetos logísticos, podemos dizer que o porto de Klaipeda [Lituânia] perderia sua atração econômica, caso medidas sejam adotadas", afirmou o governador.

Vista aérea da cidade de Vilnius, capital da Lituânia
 - Sputnik Brasil, 1920, 04.07.2022
Panorama internacional
Governador: Rússia poderia destruir metade da economia da Lituânia ante bloqueio a Kaliningrado
Desde 18 de junho, Vilnius proibiu o trânsito de mercadorias sujeitas às sanções da União Europeia entre a província russa de Kaliningrado, enclave entre Lituânia e Polônia, e outras regiões da Rússia. Segundo os cálculos das autoridades do enclave, a medida afeta até 50% das cargas.
A chancelaria russa rotulou as ações lituanas como "agressivas e hostis" e convocou o embaixador da UE na Rússia, Markus Ederer. Por sua vez, o governo lituano ressaltou que apenas cumpre as sanções da União Europeia e que Vilnius não cederá ante Moscou na questão de trânsito de mercadorias para Kaliningrado.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала