- Sputnik Brasil, 1920
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

Parlamento Europeu votará moção para condenar Bolsonaro e ação pode prejudicar Brasil na OCDE

© AP Photo / Frederick FlorinMembros do Parlamento Europeu participam da abertura da sessão plenária do Parlamento Europeu em Estrasburgo, Leste da França, 7 de junho de 2021
Membros do Parlamento Europeu participam da abertura da sessão plenária do Parlamento Europeu em Estrasburgo, Leste da França, 7 de junho de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 06.07.2022
Nos siga noTelegram
Segundo observadores, o texto que será votado é uma espécie de moção de censura do Parlamento contra a política ambiental do governo brasileiro. Europeus deixaram claro que a não mudança desta política dificultará inserção do Brasil na OCDE.
Nesta quinta-feira (7), o Parlamento Europeu votará uma resolução que, se aprovada, condenará o presidente, Jair Bolsonaro (PL), por sua política ambiental e de direitos humanos, usando as mortes do indigenista, Bruno Pereira, e do jornalista britânico, Dom Phillips, como exemplo das violações cometidas no país.
De acordo com a coluna de Jamil Chade no UOL, o documento ainda vai pedir que o Brasil se comprometa com acordos climáticos e de direitos humanos antes que qualquer aproximação maior seja feita entre o bloco e o país.
Os europeus deixam claro inclusive que não aceitarão a adesão do Brasil na OCDE enquanto tais temas não forem solucionados.
O presidente brasileiro Jair Bolsonaro gesticula durante a cerimônia de posse de novos ministros no Palácio do Planalto, em Brasília, em 31 de março de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 16.06.2022
Notícias do Brasil
Liderança da UE diz que crime no AM é fruto da postura de Bolsonaro; aliados criticam presidente
O primeiro texto elaborado para votação era mais duro, e propunha até que o acordo comercial entre a União Europeia e Mercosul não fosse ratificado e que seu conteúdo fosse reaberto para que uma nova negociação possa ocorrer, entretanto, o texto final que será submetido ao voto foi suavizado, na esperança de conseguir um amplo número de apoios, relata a mídia.
O documento ainda pede a restauração e reforço da capacidade das agências ambientais; em particular, apela à "desmilitarização da Funai", além do maiores recursos.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала