Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Kiev pede para Turquia investigar mais 3 navios da Rússia com supostos grãos ucranianos, diz mídia

© AFP 2022 / Ozan KoseNavio de bandeira russa Zhibek Zholy ancorado em Sakarya, costa do mar Negro, Turquia, 5 de julho de 2022
Navio de bandeira russa Zhibek Zholy ancorado em Sakarya, costa do mar Negro, Turquia, 5 de julho de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 06.07.2022
Nos siga noTelegram
As autoridades ucranianas têm enviado à Turquia solicitações para verificar supostas atividades de roubo de grãos ucranianos pela Rússia, segundo a Reuters.
A Ucrânia pediu para a Turquia examinar três navios de bandeira russa por supostamente carregarem grãos ucranianos roubados, revelou na quarta-feira (6) a agência britânica Reuters.
A mídia diz ter obtido uma carta enviada pelo Escritório da Promotoria ucraniano ao Ministério da Justiça turco, datada de 13 de junho, que pedia documentação sobre os carregamentos e chegadas aos portos turcos dos navios Mikhail Nenashev, Matros Pozynich e Matros Koshka.
Outra carta, de quinta-feira (30), teria originado a apreensão por Ancara de um navio de carga russo, que supostamente transportou grãos ucranianos do porto capturado de Berdyansk.
Colheita de grãos - Sputnik Brasil, 1920, 13.06.2022
Panorama internacional
Casa Branca: EUA trabalham para impedir venda de grãos da Ucrânia supostamente roubados pela Rússia
Taras Vysotsky, vice-ministro da Agricultura da Ucrânia, afirmou à Reuters que cerca de 400.000 toneladas de grãos ucranianos foram exportadas, enquanto Vasily Bodnar, embaixador ucraniano na Turquia, relatou ter enviado a Ancara o que disse ser evidência de tais atividades por 13 navios.
Na terça-feira (5), a Rússia declarou que os navios que pretendam sair dos portos de Mariupol, Kherson e Odessa podem fazê-lo através de duas rotas marítimas humanitárias, enquanto o Ministério da Defesa russo anunciou na quinta-feira (30) que terminou sua missão na ilha Zmeiny, sublinhando, assim, que não está criando obstáculos à exportação de produtos agrícolas da Ucrânia, e que isso tira todas as chances de Kiev especular sobre uma iminente crise alimentar supostamente provocada por Moscou.
A ONU tem repetidamente advertido sobre a ameaça de uma crise alimentar por escassez de grãos, com o Ocidente acusando a Rússia de impedir o fornecimento de grãos ucranianos aos mercados mundiais, enquanto Moscou nega veementemente tais acusações. Ao mesmo tempo, os militares da Ucrânia incendiaram os grãos no porto de Mariupol e minaram o mar Negro, impedindo que os grãos chegassem aos mercados mundiais por navios.
Vladimir Putin, presidente da Rússia, disse que Moscou não tem impedido as exportações de grãos da Ucrânia e que basta a Kiev desminar os portos para que os carregamentos de grãos possam partir para os seus destinos.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала