Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Forças estrangeiras estão por trás de protestos no Caracalpaquistão, diz presidente do Uzbequistão

© AP Photo / Alexei DruzhininO presidente do Uzbequistão, Shavkat Mirziyoyev, durante reunião da Comunidade dos Estados Independentes (CEI), em Asgabate, no Turcomenistão, em 11 de outubro de 2019
O presidente do Uzbequistão, Shavkat Mirziyoyev, durante reunião da Comunidade dos Estados Independentes (CEI), em Asgabate, no Turcomenistão, em 11 de outubro de 2019 - Sputnik Brasil, 1920, 06.07.2022
Nos siga noTelegram
Forças estrangeiras preparam distúrbios no Caracalpaquistão há anos, disse o presidente uzbeque, Shavkat Mirziyoyev, nesta quarta-feira (6), afirmando que o principal objetivo é provocar um conflito étnico no país.

"É claro que esses eventos não foram organizados em um dia ou dez dias. Essas ações foram preparadas por anos por forças estrangeiras. Seu principal objetivo é invadir a integridade territorial do Uzbequistão e criar um conflito interétnico", disse Mirziyoyev.

Os protestos em Nukus, capital do Caracalpaquistão, ganharam força na última sexta-feira (1º), quando milhares de pessoas se reuniram perto do mercado central da cidade para exigir a libertação de um blogueiro local que convocou ato contra um pacote de emendas constitucionais anunciado pelo presidente uzbeque.
Os manifestantes acreditam que, se as emendas forem adotadas, o Caracalpaquistão poderia ser impedido de se separar do Uzbequistão. Os protestos escalaram no último fim de semana, deixando 18 pessoas mortas e 243 feridas.
Da esquerda à direita em frente de uma mesa, no último dia da cúpula do G7, Boris Johnson, primeiro-ministro do Reino Unido, Joe Biden, presidente dos EUA, Olaf Scholz, chanceler da Alemanha, Emmanuel Macron, presidente da França, e Mario Draghi, primeiro-ministro de Itália, no Castelo Elmau, Alemanha, 28 de junho de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 06.07.2022
Panorama internacional
Mídia chinesa: plano de infraestruturas do G7 visa 'a divisão e a competição' em vez da globalização
Mirziyoyev anunciou o pacote de emendas no fim de 2021, sugerindo a realização de um referendo até dezembro deste ano.
O projeto preliminar contém mais de 200 emendas a 64 artigos da Constituição, incluindo uma cláusula que estende o mandato presidencial de cinco para sete anos, a abolição da pena de morte e a proibição de extradição de cidadãos uzbeques para países estrangeiros.
Na última segunda-feira (4), a câmara baixa do Uzbequistão votou pela extensão da discussão nacional de projetos de emendas à Constituição até 15 de julho e pela manutenção das cláusulas constitucionais sobre a autonomia do Caracalpaquistão, em linha com os apelos dos manifestantes.
Homem grita slogans contra o governo durante protesto perto da residência privada presidencial, nos arredores de Colombo, Sri Lanka, 31 de março de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 06.07.2022
Panorama internacional
Muito longe da Ucrânia, Sri Lanka está no epicentro da crise global
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала