Trabalhador da saúde segura seringa em ponto de vacinação contra a COVID-19 em loja de departamentos GUM de Moscou, Rússia - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Propagação e combate à COVID-19
Informações atuais sobre a dissimilação de coronavírus no Brasil e no mundo. Fique por dentro das principais notícias sobre o tema.

Rússia registra mais uma vacina nasal contra a COVID-19

© Sputnik / Yevgeny Yepanchintsev / Abrir o banco de imagensFuncionária do Centro de Higiene e Epidemiologia da região oriental de Transbaikal, na Rússia (foto de arquivo)
Funcionária do Centro de Higiene e Epidemiologia da região oriental de Transbaikal, na Rússia (foto de arquivo) - Sputnik Brasil, 1920, 05.07.2022
Nos siga noTelegram
O Ministério da Saúde da Rússia anunciou o registro da vacina nasal Salnavac contra a COVID-19, desenvolvida pela empresa Generium, de acordo com o registro nacional de medicamentos.
"Salnavac. Vacina de vetor viral destinada à prevenção da infecção por coronavírus. Data do registro: 04/07/2022", diz a anotação feita no cadastro.
O documento especifica que o imunizante é fabricado na forma de spray e deve ser administrado por via nasal.
© Sputnik / Maksim BlinovEm Moscou, na Rússia, uma agente de saúde realiza um teste de COVID-19 em um homem, em 29 de outubro de 2021
Em Moscou, na Rússia, uma agente de saúde realiza um teste de COVID-19 em um homem, em 29 de outubro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 05.07.2022
Em Moscou, na Rússia, uma agente de saúde realiza um teste de COVID-19 em um homem, em 29 de outubro de 2021. Foto de arquivo
A Rússia foi o primeiro país do mundo a registrar uma vacina nasal contra o coronavírus, desenvolvida pelo Centro Nacional de Pesquisa de Epidemiologia e Microbiologia Gamaleya.
O país também registrou o primeiro imunizante do mundo contra a COVID-19, a Sputnik V, em 11 de agosto de 2020.
Além da Sputnik V, a Rússia possui outras seis vacinas contra a COVID-19: a Sputnik M, para adolescentes, e a Sputnik Light, de dose única, desenvolvidas pelo Centro Gamaleya, em cooperação com o Fundo Russo de Investimentos Diretos (RFPI, na sigla em russo); a EpiVacCorona e a EpiVacCorona-N, criadas pelo Centro Estatal de Pesquisa de Virologia e Biotecnologia Vektor; a CoviVac, produzida pelo Centro de Pesquisas e Desenvolvimento de Medicamentos Imunobiológicos M. P. Chumakov; e a Convasel, desenvolvida pela Agência Federal para Assuntos Médico-Biológicos (FMBA, na sigla em russo).
Nesta foto de arquivo de 5 de fevereiro de 2021, um funcionário do Centro de Higiene e Antiepidemia no distrito de Phyongchon desinfeta o corredor de um prédio em Pyongyang, na Coreia do Norte - Sputnik Brasil, 1920, 01.07.2022
Panorama internacional
Pyongyang: surto local de COVID-19 teve início em vila próxima à Coreia do Sul
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала