Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

'OTAN mais forte': Canadá é o 1º país a ratificar entrada de Finlândia e Suécia na OTAN, diz Trudeau

© AP Photo / Manu FernandezO primeiro-ministro, Justin Trudeau, fala durante coletiva de imprensa durante a cúpula da Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN), em 30 de junho de 2022
O primeiro-ministro, Justin Trudeau, fala durante coletiva de imprensa durante a cúpula da Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN), em 30 de junho de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 05.07.2022
Nos siga noTelegram
Nesta terça-feira (5), o Canadá se tornou o primeiro país a ratificar os protocolos de adesão de Finlândia e Suécia à Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN), que tentam acelerar o processo de admissão na aliança militar ocidental.
A confirmação canadense foi divulgada pelo primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau, em um comunicado oficial. Mais cedo, representantes da aliança assinaram os documentos de entrada dos países.
"Hoje, o Canadá se torna o primeiro país a ratificar os protocolos de adesão de Finlândia e Suécia à OTAN. Isso coloca os dois países um passo mais próximo de se tornarem membros plenos", afirmou o premiê.
No final de junho, durante a cúpula da OTAN, em Madri, Trudeau se encontrou com o presidente finlandês, Sauli Niinisto, e a premiê finlandesa, Magdalena Andersson, e manifestou apoio à adesão dos países à OTAN.
© AP Photo / Olivier MatthysO ministro das Relações Exteriores da Finlândia, Pekka Haavisto (à esquerda), o secretário-geral da Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN), Jens Stoltenberg, e a ministra das Relações Exteriores da Suécia, Ann Linde, participam de entrevista coletiva após assinatura de protocolos de adesão à OTAN, na sede da aliança, em Bruxelas, em 5 de julho de 2022
O ministro das Relações Exteriores da Finlândia, Pekka Haavisto (à esquerda), o secretário-geral da Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN), Jens Stoltenberg, e a ministra das Relações Exteriores da Suécia, Ann Linde, participam de entrevista coletiva após assinatura de protocolos de adesão à OTAN, na sede da aliança, em Bruxelas, em 5 de julho de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 05.07.2022
O ministro das Relações Exteriores da Finlândia, Pekka Haavisto (à esquerda), o secretário-geral da Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN), Jens Stoltenberg, e a ministra das Relações Exteriores da Suécia, Ann Linde, participam de entrevista coletiva após assinatura de protocolos de adesão à OTAN, na sede da aliança, em Bruxelas, em 5 de julho de 2022
"A adesão [de Finlândia e Suécia] fará a OTAN mais forte e pedimos a todos os membros [da aliança] que se movimentem rapidamente para completar o processo de ratificação para limitar as oportunidades de interferência de adversários", acrescentou Trudeau no comunicado de hoje (5).
Finlândia e Suécia abandonaram uma posição histórica de neutralidade após o início da operação militar especial russa na Ucrânia. Os dois países nórdicos chegaram a enfrentar oposição inicial da Turquia à adesão, que mudou de postura após ter suas condições aceitas por Helsinque e Estocolmo. A entrada na OTAN requer aprovação unânime de todos os membros da aliança.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала