Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Decisão de declarar Rússia inimiga desestabiliza segurança europeia, diz Moscou

© Sputnik / Sergei GuneevO secretário do Conselho de Segurança da Rússia, Nikolai Patrushev
O secretário do Conselho de Segurança da Rússia, Nikolai Patrushev - Sputnik Brasil, 1920, 05.07.2022
Nos siga noTelegram
A decisão da OTAN de declarar a Rússia sua inimiga está provocando a escalada de tensões e desestabilização de segurança na Europa, afirmou o secretário do Conselho de Segurança Nacional da Rússia, Nikolai Patrushev.
"A Rússia, que defende sua soberania e interesses nacionais, foi declarada pelos EUA e seus aliados inimiga, o que se reflete nos documentos doutrinais, inclusive os aprovados na Cúpula da OTAN em Madri", disse o político russo nesta terça-feira (5).
Ele relembrou que os Estados Unidos e "seus satélites" recusaram-se a conduzir com a Rússia um diálogo construtivo no âmbito da estabilidade estratégica e ignoraram absolutamente as exigências de Moscou sobre as garantias de segurança.
"A infraestrutura militar da OTAN está se aproximando das nossas fronteiras, estão ativamente expandindo-se as forças e meios de combate no flanco leste. Foram tomadas decisões sobre o ingresso de Finlândia e Suécia à aliança. Foi criado um novo bloco militar, o AUKUS", enumerou o secretário da entidade.
"Tais ações e decisões não só levam à escalada de tensões e à desestabilização da segurança europeia, mas essas ostensivamente contradizem o pacto fundamental Rússia-OTAN que, aliás, continua em vigor", constatou Patrushev.
Presidente da Rússia, Vladimir Putin (à direita), conversa com seu homólogo turco, Recep Tayyip Erdogan, em Moscou, no dia 5 de março de 2020 - Sputnik Brasil, 1920, 29.06.2022
Panorama internacional
Pacto entre Turquia, Suécia e Finlândia: um obstáculo para relações entre Ancara e Moscou?
Os EUA, para sua dominância e manutenção de sua superioridade econômica e político-militar, que atingiram no final do século passado, apostaram no enfraquecimento e supressão da Rússia, disse o secretário russo.
De acordo com suas palavras, a linha das autoridades norte-americanas para "destruição da arquitetura global de segurança e do sistema de direito internacional" já resultou no aumento das tensões político-militares no mundo, nas indicações da crise na economia global, no rompimento das ligações estabelecidas econômico-comerciais e na criação da ameaça da crise alimentar, provocando o crescimento da inflação, inclusive nos próprios EUA.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала