Pessoas usando máscaras de proteção caminham por rua em Paris, França, 27 de maio de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Sociedade e cotidiano
As principais notícias, reportagens e artigos sobre sociedade e a rotina cotidiana.

Restos de guerreiro xiongnu do século II a.C. são descobertos na Sibéria (FOTOS)

Sítio arqueológico na Sibéria - Sputnik Brasil, 1920, 04.07.2022
Nos siga noTelegram
Arqueólogos russos descobriram restos de guerreiros xiongnu, um povo nômade de origens orientais, enquanto inspecionavam diversas tumbas encontradas em um cemitério da República de Tuva, no sul da Sibéria.
O cemitério, datado do final do século II-I a.C., tinha seis sepulturas, uma das quais pertencia a um guerreiro xiongnu, segundo os arqueólogos da Sociedade Geográfica Russa e do Instituto de História da Cultura Material da Academia Russa de Ciências.
© Foto / Sociedade Geográfica Russa e do Instituto de História da Cultura Material da Academia Russa de CiênciasTrabalhos em uma das tumbas no cemitério da República de Tuva, no sul da Sibéria
Trabalhos em uma das tumbas no cemitério da República de Tuva, no sul da Sibéria - Sputnik Brasil, 1920, 04.07.2022
Trabalhos em uma das tumbas no cemitério da República de Tuva, no sul da Sibéria
Dentro da tumba do guerreiro foi encontrado um crânio de um cavalo com seu freio, um vaso que possivelmente era para transportar leite ou vinho, bem com um recipiente para servir pratos de carne.
Além do guerreiro, em outra tumba, foi encontrada uma mulher da Idade do Bronze que pertenceria à cultura Andronovo, que se desenvolveu na Sibéria entre 2.000 e 1.200 a.C., tornando-se o primeiro sepultamento da Idade do Bronze conhecido em Tuva.
© Foto / Sociedade Geográfica Russa e do Instituto de História da Cultura Material da Academia Russa de CiênciasVasos de cerâmica encontrados em um cemitério da República de Tuva, no sul da Sibéria
Vasos de cerâmica encontrados em um cemitério da República de Tuva, no sul da Sibéria - Sputnik Brasil, 1920, 04.07.2022
Vasos de cerâmica encontrados em um cemitério da República de Tuva, no sul da Sibéria
Durante as escavações, os arqueólogos ainda encontraram os restos de um garoto de entre sete e oito anos, sepultado com objetos usados por adultos, como um cinto masculino e diversas pontas de flecha, criando um novo mistério sobre este incomum sepultamento.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала