Principal esquadrão de enxame de drones da Força Aérea britânica não tem veículos aéreos, diz mídia

© Foto / KratosRepresentação gráfica do drone da Kratos para estação de detecção externa da Força Aérea dos EUA
Representação gráfica do drone da Kratos para estação de detecção externa da Força Aérea dos EUA - Sputnik Brasil, 1920, 04.07.2022
Nos siga noTelegram
O esquadrão 216 da Força Aérea Real não possui veículos aéreos não tripulados (VANT) revelou uma solicitação de Liberdade de Informação feita pelo portal britânico Drone Wars.
A mídia revelou que o esquadrão da Força Aérea Real (RAF, na sigla em inglês), criado há mais de dois anos para assumir a liderança no desenvolvimento de drones no país, ainda não realizou nenhum teste do sistema de enxame de drones e atualmente tem apenas quatro funcionários envolvidos neste trabalho.
Vale recordar que, como parte do seu discurso sobre a defesa do Reino Unido, no início de 2019, o então secretário de Defesa Gavin Williamson apresentou planos para desenvolver uma "rede de esquadrões de enxames de drones capazes de confundir e sobrecarregar as defesas aéreas inimigas", dizendo que a rede estaria "pronta para ser implantada até o final do ano".
Assim que o Ministério da Defesa admitiu que "o esquadrão 216 não conduziu nenhum teste de drones desde que foi reativado em 1º de abril de 2020", o portal pediu maior transparência e responsabilidade em torno do financiamento e desenvolvimento de drones pelo Reino Unido.
Vários meses mais tarde, o chefe do Estado-Maior da Força Aérea anunciou que o esquadrão 216 da RAF estava sendo reformado "como uma unidade experimental dedicada ao desenvolvimento da tecnologia de enxame para veículos aéreos não tripulados".
Vista do prédio do Pentágono, em Washington D.C, capital dos EUA - Sputnik Brasil, 1920, 03.07.2022
Pentágono testa nova arma com tecnologia micro-ondas para guerra eletrônica
Os enxames de drones são grandes grupos de veículos aéreos não tripulados de 20 ou mais unidades que operam em conjunto com o objetivo de sobrecarregar os sistemas de defesa antiaérea do adversário dando-lhes demasiados alvos para derrubar.
De acordo com o portal Drone Wars, as empresas de defesa e os políticos tendem a promover excessivamente os resultados e a subestimar os custos, oferecendo pouca clareza no que diz respeito ao financiamento de programas de desenvolvimento de armas.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала