Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Mídia do Japão duvida da confiabilidade dos EUA e sugere criação de armas nucleares

© Sputnik / Ministério da Defesa da Rússia / Abrir o banco de imagensTeste de míssil com propulsor nuclear Burevestnik (foto de arquivo)
Teste de míssil com propulsor nuclear Burevestnik (foto de arquivo) - Sputnik Brasil, 1920, 04.07.2022
Nos siga noTelegram
Os EUA são inferiores à Rússia e à China na esfera de armas nucleares e provavelmente não vão intervir a favor de Japão, por isso Tóquio deve desenvolver seu próprio "guarda-chuva nuclear", opina o colunista Yoshiaki Yano ao jornal JB Press.
Guarda-chuva nuclear refere-se a uma garantia de um país com armas nucleares de defender um Estado não nuclear aliado.
O autor escreveu sobre a existência de uma "ameaça" crescente de Rússia, China e Coreia do Norte e expressou dúvidas de que os EUA protegeriam Japão.
Yano chamou as armas nucleares de o mais alto nível de dissuasão e disse que todas as defesas entrariam em colapso, se em outros níveis uma das partes iria ceder ao adversário.

"Mesmo que um país com capacidades nucleares comece a perder em um conflito com o uso de forças convencionais, ele pode evitar a escalada ou forçar o oponente a seguir as suas regras por causa de ameaças nucleares", explicou o autor.

Ele lembrou o poder destrutivo das armas atômicas e a necessidade de "dissuasão mínima" para infligir danos devastadores a qualquer adversário. Segundo Yano, o Japão precisa de 100 a 300 ogivas – tanto quanto têm França, Reino Unido ou Paquistão.
Destróier russo (imagem ilustrativa) - Sputnik Brasil, 1920, 04.07.2022
Panorama internacional
Destróier da Marinha russa e fragata chinesa são avistados próximo das ilhas Senkaku, diz mídia
O colunista disse que o Japão tem capacidade técnica e financeira para desenvolver armas nucleares em curto período de tempo, mas o país não o faz por causa das garantias dos EUA.
No entanto, os Estados Unidos ficaram atrás de Rússia e China em termos de número de ogivas, fazendo o autor questionar a confiabilidade do "guarda-chuva" americano.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала