Pessoas usando máscaras de proteção caminham por rua em Paris, França, 27 de maio de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Sociedade e cotidiano
As principais notícias, reportagens e artigos sobre sociedade e a rotina cotidiana.

Incomum fusão de galáxias é registrada pelo Hubble (FOTO)

© Foto / ESA/Hubble & NASA, D. Jones, A. Riess et al.Agradecimento: R. ColombariA galáxia NGC 105 também é conhecida por IRAS 00226+1236, LEDA 1583 e UGC 241, e tem um diâmetro de 83.700 anos-luz, enquanto sua vizinha, a LEDA 212515, está muito distante e ainda é relativamente desconhecida pelos astrônomos
A galáxia NGC 105 também é conhecida por IRAS 00226+1236, LEDA 1583 e UGC 241, e tem um diâmetro de 83.700 anos-luz, enquanto sua vizinha, a LEDA 212515, está muito distante e ainda é relativamente desconhecida pelos astrônomos - Sputnik Brasil, 1920, 04.07.2022
Nos siga noTelegram
O Telescópio Espacial Hubble registrou uma incomum fusão de galáxias com vários braços a aproximadamente 520 milhões de anos-luz da Terra, na constelação de Orion.
A CGCG 396-2 é uma galáxia incomum multibraços, localizada na constelação Orion, a aproximadamente 520 milhões de anos-luz da Terra e faz parte de uma das "joias" registradas pelo projeto Galaxy Zoo.
Este projeto reúne centenas de voluntários que ajudam os cientistas a resolver problemas de proporções astronômicas.
© Foto / ESA/Hubble & NASA, W. KeelA CGCG 396-2 é uma galáxia incomum multibraços, localizada na constelação Orion, a aproximadamente 520 milhões de anos-luz da Terra
A CGCG 396-2 é uma galáxia incomum multibraços, localizada na constelação Orion, a aproximadamente 520 milhões de anos-luz da Terra - Sputnik Brasil, 1920, 04.07.2022
A CGCG 396-2 é uma galáxia incomum multibraços, localizada na constelação Orion, a aproximadamente 520 milhões de anos-luz da Terra
O projeto já classificou mais de 900 mil galáxias e, em apenas seis meses, reuniu uma legião de 100 mil astrônomos voluntários que contribuíram na classificação de mais de 40 milhões de galáxias.
Vale ressaltar que na constelação de Orion há também uma estrela famosa chamada Betelgeuse, uma supergigante vermelha, 17 vezes maior que o Sol, que escureceu e mudou de forma em 2020.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала