Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Satélite americano fotografou cidade russa de Belgorod 3 dias antes de ataque ucraniano

CC BY 2.0 / Flickr.com / Centro de Voo Espacial Goddard / Satélite dos EUA sobrevoando a Terra (foto de arquivo)
Satélite dos EUA sobrevoando a Terra (foto de arquivo) - Sputnik Brasil, 1920, 03.07.2022
Nos siga noTelegram
O satélite comercial americano GeoEye-1, da empresa Maxar Technologies, captou imagens de Belgorod três dias antes do ataque com mísseis ucranianos à cidade, na madrugada deste domingo (3).
A cidade foi fotografada pelo satélite em 30 de junho, enquanto outros satélites americanos, o WorldView-2 e o WorldView-3, capturaram imagens da região de Belgorod nos dias 20, 22 e 27 de junho.
O Ministério da Defesa da Rússia informou que, nas primeiras horas deste domingo (3), tropas ucranianas atacaram a cidade russa de Belgorod com três mísseis Tochka-U, equipados com ogivas de fragmentação. As forças de defesa aérea russas destruíram todos os três mísseis no ar, mas os restos de um deles caíram em um prédio residencial.
De acordo com o governador da região homônima, Viacheslav Gladkov, quatro pessoas morreram e quatro outras, incluindo uma criança, ficaram feridas, enquanto 21 blocos de apartamentos e 40 casas foram atingidos.
© Sputnik / Taisiya LiskovetsPrédio atingido por projéteis vindos da Ucrânia, em 3 de julho de 2022
Prédio atingido por projéteis vindos da Ucrânia, foto publicada em 3 de julho de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 03.07.2022
Prédio atingido por projéteis vindos da Ucrânia, em 3 de julho de 2022. Foto de arquivo
Satélites comerciais dos EUA também fotografaram a Ilha da Cobra, localizada no mar Negro, dias antes da tentativa da Ucrânia de tomá-la com ataques e desembarques.
Além disso, o satélite americano WorldView-1 fotografou a refinaria de Novoshajtinsk, na província russa de Rostov-on-Don, três dias antes de um ataque.
Os satélites também captaram imagens áreas das plataformas de perfuração de Chornomorneftegaz, no mar Negro, uma semana antes de as forças ucranianas atacarem as instalações.
No final de junho, o diretor-geral da empresa espacial russa Roscosmos, Dmitri Rogozin, afirmou que operadoras privadas de satélites ocidentais, incluindo Maxar, juntamente com as estatais, estão transmitindo dados para a Ucrânia.
Segundo Rogozin, essas empresas geram dados específicos para a Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN), que são repassados ​​aos militares ucranianos.
O diretor do Serviço de Inteligência Externa da Rússia (SVR), Sergei Naryshkin - Sputnik Brasil, 1920, 03.07.2022
Panorama internacional
Polônia inicia atividades para desmembrar Ucrânia com aprovação de Kiev, diz inteligência russa
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала