Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

'Façam isso agora': Biden pede que postos de gasolina baixem os preços

© AP Photo / Evan VucciO presidente dos EUA, Joe Biden, fala durante encontro virtual com governadores democratas sobre o direito ao aborto legal, na Casa Branca, 1º de julho de 2022
O presidente dos EUA, Joe Biden, fala durante encontro virtual com governadores democratas sobre o direito ao aborto legal, na Casa Branca, 1º de julho de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 02.07.2022
Nos siga noTelegram
Neste sábado (2), o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, emitiu uma declaração direcionada às empresas controladoras de postos de gasolina no país tentando persuadi-las a reduzir os preços dos combustíveis.
Biden usou as redes sociais para publicar seu pedido em meio aos preços recordes de gasolina no país, que também convive com uma inflação crescente.
Minha mensagem às companhias que controlam os postos de gasolina decidindo os preços na bomba é simples: esse é um momento de guerra e de perigo global. Abaixem os preços cobrados na bomba para refletir o que vocês pagam pelo produto. E façam isso agora.
Os preços da gasolina nos EUA estão atualmente em US$ 4,80 por galão (cerca de R$ 25,60). O preço caiu recentemente em relação ao recorde histórico em junho: US$ 5,00 (R$ 26,66). Apesar da queda, o preço mais que dobrou em relação ao observado no início do governo Biden, quando a gasolina custava US$ 2,38 (R$ 12,69) por galão no país. Um galão, unidade de volume utilizada nos EUA, equivale a aproximadamente 3,78 litros.
© AP Photo / Damian DovarganesPessoas protestam altos preços da gasolina em um posto de gasolina de Los Angeles, Califórnia, EUA, 4 de junho de 2022
Pessoas protestam altos preços da gasolina em um posto de gasolina de Los Angeles, Califórnia, EUA, 4 de junho de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 02.07.2022
Pessoas protestam altos preços da gasolina em um posto de gasolina de Los Angeles, Califórnia, EUA, 4 de junho de 2022

Situação econômica delicada pressiona Biden

Na semana passada, Biden admitiu que os preços não estariam subindo dessa forma se não fossem as sanções impostas contra a Rússia. Os EUA lideram uma campanha ao lado de seus aliados para impor restrições sobre Moscou. As medidas incluem as reservas internacionais e também importações de gás e petróleo russos.
Recentemente, os EUA passaram a vender reservas estratégicas de petróleo para refinarias domésticas na tentativa de controlar os preços. Como consequência, as reservas do país chegaram ao menor nível desde 1985.
Apesar do desemprego baixo, os EUA enfrentam risco de recessão econômica em meio à inflação recorde. O país, que ainda se recupera do impacto da pandemia da COVID-19, viu o quadro econômico se agravar em meio às sanções contra Moscou e os desdobramentos da operação militar russa na Ucrânia.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала