Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Erdogan adverte que Suécia e Finlândia não se juntarão à OTAN até cumprirem suas promessas

© AFP 2022 / Gabriel BouysRecep Tayyip Erdogan, presidente da Turquia, fala com jornalistas durante coletiva de imprensa na cúpula da OTAN no centro de congresso em Madri, Espanha, 30 de junho de 2022
Recep Tayyip Erdogan, presidente da Turquia, fala com jornalistas durante coletiva de imprensa na cúpula da OTAN no centro de congresso em Madri, Espanha, 30 de junho de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 02.07.2022
Nos siga noTelegram
Apesar de concordar em princípio com o ingresso da Suécia e da Finlândia na OTAN, o presidente da Turquia garante que Ancara apenas o permitirá quando todas as condições forem cumpridas.
O acordo assinado entre Ancara, Estocolmo e Helsinque para permitir a adesão dos países nórdicos à OTAN não é a palavra final, a Suécia e a Finlândia têm de cumprir sua palavra, advertiu Recep Tayyip Erdogan, presidente da Turquia, citado na sexta-feira (1º) pelo canal turco NTV.
Na terça-feira (28) foi anunciado que a Suécia, a Finlândia e a Turquia chegaram a um acordo para permitir a adesão dos dois primeiros países ao bloco militar, com os três lados atingindo um compromisso. O memorando trilateral prevê que Estocolmo e Helsinque combatam todas as atividades ligadas ao Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK, na sigla em curdo), proibido na Turquia, inclusive extraditando seus membros, e cancelem o embargo à indústria de defesa turca, prevendo ainda a cooperação entre os três lados.
Presidente da Rússia, Vladimir Putin (à direita), conversa com seu homólogo turco, Recep Tayyip Erdogan, em Moscou, no dia 5 de março de 2020 - Sputnik Brasil, 1920, 29.06.2022
Panorama internacional
Pacto entre Turquia, Suécia e Finlândia: um obstáculo para relações entre Ancara e Moscou?
"Isto deve ser conhecido: estas assinaturas não significam que o assunto esteja consumado [...] Sem a aprovação de nosso parlamento, isto não entra em vigor, então não há necessidade de pressa", relatou a NTV, que citou Erdogan.
"A bola está no campo deles agora. A Suécia e a Finlândia não são atualmente membros da OTAN", apontou o chefe de Estado, acrescentando que, se os países nórdicos não extraditarem os indivíduos requeridos, "faremos o que for necessário através de nossas instituições e unidades".
A Suécia e a Finlândia iniciaram o processo de adesão à Aliança Atlântica após o começo da operação militar especial da Rússia na Ucrânia, que dizem ter alterado o ambiente de segurança na Europa, cujo processo a Turquia bloqueou inicialmente. Já Moscou cita a ameaça vinda do governo de Kiev e o "genocídio" perpetrado pelas forças ucranianas em Donbass.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала