Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

'Aqui todos estão do lado russo': mídia dinamarquesa dá voz a apoiadores de Moscou na Estônia

© AFP 2022 / ALEXANDER DROZDOVPonte entre a cidade estoniana de Narva e a russa Ivangorod
Ponte entre a cidade estoniana de Narva e a russa Ivangorod - Sputnik Brasil, 1920, 01.07.2022
Nos siga noTelegram
Os moradores de origem russa da cidade estoniana de Narva apoiam as ações da Rússia na Ucrânia, afirmando que vão estar do lado russo em caso do conflito armado entre Tallinn e Moscou.

Conforme relata o canal de TV dinamarquês tv2.dk, "mesmo que estejamos na Estônia, e consequentemente, no território da OTAN, 95% dos cidadãos falam russo e muitos são leais à Rússia, inclusive a respeito do conflito ucraniano".

Os moradores de Narva contaram aos jornalistas do canal que não compartilham a posição ocidental relativamente a Moscou.
"Putin faz tudo pela Rússia. Os mísseis podem atingir Moscou em cinco minutos. É por isso que ele está lutando com os nazistas na Ucrânia", diz o morador local Anatoly.
De acordo com suas palavras, em caso de um hipotético conflito militar entre a Rússia e Estônia, os moradores de Narva apoiariam Moscou.
"Eu certamente estarei com os russos. Em Narva todos estão do lado da Rússia", afirmou.
Outra moradora, Lyudmila, por sua vez queixou-se aos repórteres da discriminação dos russos no país báltico. Segundo ela, as crianças são proibidas de falar sua língua materna na escola, além disso, os russos étnicos enfrentam problemas para obter emprego no setor público.
Na questão das relações com a Rússia, nota, a situação depende do governo da Estônia, que deve ser "mais prudente e diplomático", conforme suas palavras.
Militares russos em Mariupol - Sputnik Brasil, 1920, 30.06.2022
Panorama internacional
Mídia: em caso de guerra com Rússia, OTAN não salvará o Báltico, que seria derrotado em 15 dias
A Rússia realiza uma operação especial na Ucrânia desde 24 de fevereiro. Conforme declarou o Ministério da Defesa russo, o Exército do país já alcançou os objetivos da primeira etapa e reduziu "significativamente" o potencial militar ucraniano.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала