Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Troca de prisioneiros de guerra ocorreu por instrução direta do comandante supremo, diz Defesa russa

© Sputnik / Konstantin MikhalchevskyPrisioneiros de guerra ucranianos em estabelecimento prisional na República de Donetsk
Prisioneiros de guerra ucranianos em estabelecimento prisional na República de Donetsk - Sputnik Brasil, 1920, 30.06.2022
Nos siga noTelegram
A troca de 144 por 144 prisioneiros de guerra foi conduzida por instrução direita do comandante supremo da Rússia, a fim de salvar as vidas e saúde dos soldados das repúblicas populares de Donetsk e Lugansk, disse nesta quinta-feira (30) o tenente-general Igor Konashenkov.
"Ontem, 29 de junho, ocorreu a troca de 144 soldados. Ela foi organizada e conduzida sob a instrução direta do comandante supremo das Forças Armadas da Federação da Rússia, porque a vida, a saúde e a libertação dos nossos militares, combatentes das repúblicas populares de Donetsk e Lugansk (RPD e RPL, respetivamente) que constituem a maioria dos retornados, são a tarefa mais importante", disse Konashenkov.
Konashenkov especificou que quase todos os que foram libertados ficaram feridos ou gravemente feridos, que já estão recebendo os cuidados médicos necessários.

"Vou recordar que o número total de militares ucranianos capturados ou os que se renderam é de mais de seis mil indivíduos", ressaltou o representante do Ministério da Defesa da Rússia.

De acordo com a agência de notícias de Donetsk, este é o primeiro caso de troca de prisioneiros entre a República Popular de Donetsk e a Urânia desde o início da operação militar especial.
Paraquedista dos EUA durante exercícios no campo de treinamento em Ravenna, Itália - Sputnik Brasil, 1920, 28.06.2022
Panorama internacional
Apesar dos esforços OTAN é incapaz de impedir Rússia de cumprir metas na Ucrânia, diz jornal chinês
Rússia está realizando a troca de prisioneiros de guerra ucranianos gravemente feridos, nesta tarefa Moscou precisa lutar pela libertação de cada um de seus combatentes, afirmou o presidente da Duma russa, Vyacheslav Volodin.
"Posso lhes dizer que trocamos feridos graves e muito graves. Aqueles que estão neste estado é correto trocá-los pelos nossos [rapazes, combatentes]", disse o político durante a sessão plenária da Duma do Estado (Parlamento russo) nesta quinta-feira (30).
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала