Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Suprema Corte dos EUA limita poder do governo de restringir emissões de carbono

CC BY 2.0 / Flickr.com / Hauke Musicaloris / Usina elétrica de carvão (imagem referencial)
Usina elétrica de carvão (imagem referencial) - Sputnik Brasil, 1920, 30.06.2022
Nos siga noTelegram
Por seis votos a três, juízes da Corte decidiram que Lei do Ar Limpo não pode ser usada para regular as emissões de carbono produzidas por usinas do país.
A Suprema Corte dos Estados Unidos limitou a capacidade do governo federal de conter a emissão de gases do efeito estufa no país.
Segundo informações da Associated Press, em votação nesta quinta-feira (30), os juízes decidiram, por seis votos a três, que a Lei do Ar Limpo não concede autoridade à Agência de Proteção Ambiental (EPA, na sigla em inglês) para restringir as emissões de carbono produzidas por usinas americanas, que atualmente são responsáveis por 30% das emissões de dióxido de carbono em território americano. Segundo a decisão, cabe ao Congresso debater a questão das emissões de carbono.
A decisão é considerada mais uma vitória para a ala conservadora da Corte e vem na esteira da recente votação que reverteu o direito constitucional ao aborto no país. Ela também representa um golpe nos planos da gestão do presidente Joe Biden de combater a poluição nos EUA. O presidente americano pretende cortar pela metade, até o fim desta década, as emissões de gases de efeito estufa nos EUA. Ele também pretende tornar o setor de energia americano livre das emissões de carbono até 2035. Biden também vem liderando pressões internacionais para que outros países assumam compromissos para combater as mudanças climáticas.
Bombeiros combatem incêndio, em Doyle, norte da Califórnia, EUA, 9 de julho de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 01.05.2022
Sociedade e cotidiano
Com atuais tendências socioeconômicas a humanidade está destinada à autodestruição, alerta ONU
Apesar disso, um relatório divulgado em maio pela Administração de Informação de Energia (EIA, na sigla em inglês) apontou a expectativa de um aumento de 3% nas emissões de carbono nos EUA.
O avanço de pautas conservadoras na Suprema Corte é fruto do aumento do número de juízes conservadores em sua composição, se tornando maioria na gestão de Donald Trump. Essa tendência, no entanto, tem deixado democratas e a opinião pública americana em alerta para o risco de retrocessos em pautas urgentes, como o combate às mudanças climáticas, e referentes a liberdades individuais, como a contracepção e o casamento homoafetivo.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала