Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Ocidente caiu em armadilha ao não prever seu enfraquecimento, diz Putin

© Sputnik / Aleksei Nikolsky / Abrir o banco de imagensO presidente russo, Vladimir Putin, faz discurso na sede do Serviço de Inteligência Externa da Rússia (SVR, na sigla em russo)
O presidente russo, Vladimir Putin, faz discurso na sede do Serviço de Inteligência Externa da Rússia (SVR, na sigla em russo) - Sputnik Brasil, 1920, 30.06.2022
Nos siga noTelegram
"O Ocidente caiu em uma armadilha", porque não conseguiu prever as tendências de perda do seu domínio global, disse o presidente russo, Vladimir Putin, nesta quinta-feira (30).
Segundo ele, o Ocidente não foi capaz de avaliar o desenvolvimento da situação mundial e o enfraquecimento de sua influência.
A declaração foi feita em discurso pelo centenário da inteligência russa. Ao abordar o tema, Putin lembrou que a prioridade do Serviço de Inteligência Externa da Rússia (SVR, na sigla em russo) é a previsão estratégica de conjunturas internacionais.
O presidente afirmou ainda que o elemento com força para unir a humanidade é a "multipolaridade", que, segundo ele, representa a liberdade das nações.

"Quero enfatizar que, em nosso entendimento, a multipolaridade é, antes de tudo, liberdade. A liberdade dos países e povos, seu direito natural de seguir seu próprio caminho de desenvolvimento, de preservar sua originalidade e singularidade. Com tal modelo na ordem mundial, não pode haver lugar para imposições por alguém [...] ou exclusividade de países ou mesmo blocos", disse Putin.

Bandeiras da Finlândia (à esquerda), da Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN, no centro) e da Suécia durante cerimônia de comemoração de inscrição à adesão à aliança militar em Bruxelas, Bélgica, 18 de maio de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 30.06.2022
Panorama internacional
Pacto trilateral da OTAN marca ruptura de onde começa a Europa e onde começa a Rússia, diz analista
A Rússia iniciou a operação militar especial, em 24 de fevereiro, com o objetivo de "desmilitarizar" e "desnazificar" a Ucrânia, após pedido de ajuda das repúblicas populares de Donetsk (RPD) e Lugansk (RPL) para combater ataques de tropas ucranianas.
A missão, segundo o Ministério da Defesa russo, tem como alvo apenas a infraestrutura militar da Ucrânia.
Além disso, as Forças Armadas da Rússia acusam militares ucranianos de usar "métodos terroristas" nos combates, como fazer civis de "escudo humano" e se alojar em construções não militares.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала