Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Biden, 'ansioso', confunde Suécia com Suíça

© Sputnik / STRINGER / Abrir o banco de imagensPresidente norte-americano, Joe Biden, com a primeira-ministra sueca, Magdalena Andersson, e o presidente finlandês, Sauli Niinisto, durante declaração conjunta para a imprensa após reunião na Casa Branca
Presidente norte-americano, Joe Biden, com a primeira-ministra sueca, Magdalena Andersson, e o presidente finlandês, Sauli Niinisto, durante declaração conjunta para a imprensa após reunião na Casa Branca - Sputnik Brasil, 1920, 30.06.2022
Nos siga noTelegram
Ao falar sobre a expansão da OTAN, o presidente norte-americano Joe Biden confundiu a Suécia com a Suíça.
Em uma coletiva de imprensa após a cúpula da OTAN, Biden contou suas conversas telefônicas com os líderes da Finlândia e da Suécia.

"O líder da Suíça... Suíça, meu Deus, estou muito ansioso aqui sobre a expansão da OTAN. Da Suécia", corrigiu-se o presidente norte-americano.

Em meio à operação militar especial russa na Ucrânia, a Finlândia e a Suécia solicitaram em 18 de maio a adesão à aliança. Inicialmente a Turquia bloqueou o processo de adesão. Ainda assim, na terça-feira (28) a Turquia, a Finlândia e a Suécia assinaram um memorando de segurança, que toma em conta todas as preocupações de Ancara. A Turquia, por sua vez, levantou suas objeções quanto à adesão da Finlândia e Suécia à OTAN.
O protocolo sobre a adesão da Suécia e da Finlândia à OTAN será assinado na terça-feira, 5 de julho, com a participação dos ministros das Relações Exteriores dos dois países, comunicou o secretário-geral Jens Stoltenberg após a cúpula da aliança em Madri.
Moscou tem destacado repetidamente que a aliança visa o confronto com a Rússia. Como salientou o porta-voz do presidente russo Dmitry Peskov, a futura expansão do bloco não trará mais segurança à Europa. No entanto, ele não considera a adesão da Suécia e Finlândia à aliança como uma ameaça existencial para Moscou.
Caças sobrevoam bandeiras na sede da Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN) durante a cerimônia de cúpula da aliança, Bruxelas, 25 de maio de 2017 - Sputnik Brasil, 1920, 29.06.2022
Panorama internacional
Especialista explica diferença entre adesão à OTAN da Suécia, Finlândia e Ucrânia
O presidente russo, Vladimir Putin, disse ainda que abandonar a política tradicional de neutralidade militar de Helsinque seria um erro, pois não há ameaças à Finlândia. Segundo o presidente, nas relações da Rússia com a Finlândia e a Suécia não existem tais problemas como no caso da Ucrânia, e se os dois países querem entrar na OTAN, a Rússia não tem nada contra. Ao mesmo tempo, se na Finlândia e na Suécia for instalada infraestrutura militar da aliança, a Rússia terá de seguir com medidas de retaliação.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала