Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Zelensky: participação de Kiev na cúpula do G20 depende da lista de convidados

© AP Photo / Ian LangsdonVladimir Zelensky (à esquerda) e Vladimir Putin (à direita) chegam a sessão de trabalho no Palácio do Eliseu, em Paris, França, 9 de dezembro de 2019
Vladimir Zelensky (à esquerda) e Vladimir Putin (à direita) chegam a sessão de trabalho no Palácio do Eliseu, em Paris, França, 9 de dezembro de 2019 - Sputnik Brasil, 1920, 29.06.2022
Nos siga noTelegram
Nesta quarta-feira (29), o presidente ucraniano, Vladimir Zelensky, afirmou que a participação de Kiev na cúpula do G20 na Indonésia depende da lista de participantes e da situação de segurança na Ucrânia.
Mais cedo, o presidente da Indonésia, Joko Widodo, chegou a Kiev para participar de uma reunião com Zelensky e convidá-lo para a cúpula do G20. O encontro das 20 principais economias do mundo será realizado em Bali, entre os dias 15 e 16 de novembro.
"Sinto-me grato por seu convite pessoal para participar da cúpula do Grupo dos 20 [G20] e, claro, aceito essa oferta. A participação de Kiev dependerá da situação de segurança na Ucrânia e da lista de participantes da cúpula", afirmou o presidente ucraniano durante uma coletiva.
A hesitação de Zelensky está relacionada à provável participação do presidente russo, Vladimir Putin, no evento. Na segunda-feira (27), o Kremlin afirmou, por meio do assessor presidencial Yuri Ushakov, que Putin pretende estar no encontro.
© AP Photo / Doug MillsDa esquerda para a direita: o secretário-geral da OTAN, Jens Stoltenberg; a presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen; o primeiro-ministro do Japão, Fumio Kishida; o primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau; o presidente dos EUA, Joe Biden; o chanceler da Alemanha, Olaf Scholz; o primeiro-ministro britânico, Boris Johnson; e o presidente da França, Emmanuel Macron. Os representantes posam para uma foto de grupo dos líderes do G7 durante cúpula da OTAN, em Bruxelas, Bélgica, 24 de março de 2022
Da esquerda para a direita: o secretário-geral da OTAN, Jens Stoltenberg; a presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen; o primeiro-ministro do Japão, Fumio Kishida; o primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau; o presidente dos EUA, Joe Biden; o chanceler da Alemanha, Olaf Scholz; o primeiro-ministro britânico, Boris Johnson; e o presidente da França, Emmanuel Macron. Os representantes posam para uma foto de grupo dos líderes do G7 durante cúpula da OTAN, em Bruxelas, Bélgica, 24 de março de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 29.06.2022
Da esquerda para a direita: o secretário-geral da OTAN, Jens Stoltenberg; a presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen; o primeiro-ministro do Japão, Fumio Kishida; o primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau; o presidente dos EUA, Joe Biden; o chanceler da Alemanha, Olaf Scholz; o primeiro-ministro britânico, Boris Johnson; e o presidente da França, Emmanuel Macron. Os representantes posam para uma foto de grupo dos líderes do G7 durante cúpula da OTAN, em Bruxelas, Bélgica, 24 de março de 2022
A presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, afirmou que não apoia a ideia de um boicote à cúpula do G20 em caso de participação do presidente russo. O chanceler alemão, Olaf Scholz, também deu uma declaração sobre o assunto garantindo que os líderes do G7 estarão no evento mesmo com a participação da Rússia.
Essa não foi a primeira vez que o presidente da Indonésia convidou Zelensky para o encontro, com um convite tendo sido feito em abril. Widodo, que também convidou Putin, deve viajar a Moscou na quinta-feira (30).
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала