Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

'Objetivo sinistro': Coreia do Norte ataca tentativa de criar 'versão asiática da OTAN'

CC BY 2.0 / Marinha dos EUA / Erica Bechard, especialista em Comunicação de Massa de 2ª Classe / Handout / Grupo liderado por porta-aviões Ronald Reagan dos EUA, com participação do Japão e do Canadá, durante os exercícios navais Keen Sword 21, mar das Filipinas, 26 de outubro de 2020
Grupo liderado por porta-aviões Ronald Reagan dos EUA, com participação do Japão e do Canadá, durante os exercícios navais Keen Sword 21, mar das Filipinas, 26 de outubro de 2020 - Sputnik Brasil, 1920, 29.06.2022
Nos siga noTelegram
Pyongyang disse que os exercícios militares planejados por EUA, Japão e Coreia do Sul levam a uma "nova Guerra Fria", e que a OTAN apenas serve para "realização da estratégia de hegemonia dos EUA".
As manobras militares conjuntas de EUA, Coreia do Sul e Japão têm um "objetivo sinistro" de criar uma "versão asiática da OTAN" para confrontar a Coreia do Norte, afirmou na quarta-feira (29) a agência norte-coreana KCNA.
Os três países planejam conduzir em agosto exercícios conjuntos de detecção de mísseis e rastreamento perto do Havaí, chamados Pacific Dragon (Dragão Pacífico, na tradução), em meio aos testes de mísseis e a possibilidade de Pyongyang realizar seu primeiro teste nuclear desde 2017.
"O esquema para a formação da aliança militar EUA-Japão-Coreia do Sul, motivada pelo ajoelhamento do Japão e da Coreia do Sul aos EUA, é evidentemente um prelúdio perigoso para a criação de uma 'versão asiática da OTAN'", disse a KCNA.
Caças sobrevoam bandeiras na sede da Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN) durante a cerimônia de cúpula da aliança, Bruxelas, 25 de maio de 2017 - Sputnik Brasil, 1920, 29.06.2022
Panorama internacional
Países da Ásia-Pacífico não devem ficar sob 'muro perigoso' da OTAN, segundo Global Times
Para a agência, os EUA estão inaugurando uma era de "nova Guerra Fria", cujas consequências "não escaparão da maldição e rejeição da comunidade internacional".

"A OTAN não é nada mais que uma servidora da realização da estratégia de hegemonia dos EUA e uma ferramenta de agressão local", acrescentou Kim Hyo-myung, pesquisador da Sociedade Internacional para a Pesquisa Política da Coreia do Norte, culpando a Aliança Atlântica pela crise na Ucrânia.

Zhao Lijian, porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da China, também disse que é necessário manter "vigilância" contra a expansão da OTAN.
"As tentativas da OTAN de provocar o confronto entre blocos e de formar pequenos círculos serão rejeitadas por todos e estão condenadas ao fracasso", comentou ele, citado na quarta-feira (29) pela agência britânica Reuters.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала