Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Finlândia e Suécia são oficialmente convidadas a aderirem à OTAN

© AP Photo / Olivier MatthysSecretário-geral da OTAN, Jens Stoltenberg (no centro), durante coletiva de imprensa junto com o chanceler da Finlândia, Pekka Haavisto (à esquerda), e a da Suécia, Ann Linde (à direita), Bruxelas, 24 de janeiro de 2022
Secretário-geral da OTAN, Jens Stoltenberg (no centro), durante coletiva de imprensa junto com o chanceler da Finlândia, Pekka Haavisto (à esquerda), e a da Suécia, Ann Linde (à direita), Bruxelas, 24 de janeiro de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 29.06.2022
Nos siga noTelegram
O convite teria sido realizado possivelmente após o presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, retirar sua objeção aos países nórdicos.
Nesta quarta-feira (29), a OTAN convidou formalmente a Finlândia e a Suécia a aderirem à aliança durante a cúpula de Madri.

"Hoje, decidimos convidar a Finlândia e a Suécia a aderirem à OTAN e concordamos em assinar os Protocolos de Adesão. Em qualquer adesão à OTAN, é de fundamental importância que as preocupações legítimas de segurança de todos os aliados sejam devidamente abordadas. Parabenizamos a conclusão do memorando trilateral entre Turquia, Finlândia e Suécia para esse efeito", declarou o bloco.

A OTAN enfatizou que a segurança dos países nórdicos era de "importância direta para a aliança, inclusive durante o processo de adesão", e caracterizou o convite como uma reafirmação de seu compromisso da "Política de Portas Abertas" de seus membros.
Presidente da Rússia, Vladimir Putin (à direita), conversa com seu homólogo turco, Recep Tayyip Erdogan, em Moscou, no dia 5 de março de 2020 - Sputnik Brasil, 1920, 29.06.2022
Panorama internacional
Pacto entre Turquia, Suécia e Finlândia: um obstáculo para relações entre Ancara e Moscou?
A declaração da aliança ainda diz que a ação "aquece" a participação do presidente ucraniano, Vladmir Zelensky, na cúpula, e que a OTAN é totalmente "solidária" à Ucrânia, reforçando mais uma vez seu apoio incondicional para manter o conflito.
"Decidimos tomar novas medidas para intensificar o apoio político e prático personalizado aos nossos aliados, incluindo a Bósnia e Herzegovina, Geórgia e Moldávia. Trabalharemos com eles para construir uma integridade e resiliência, bem como desenvolver capacidades e defender sua independência política", comunicou.
Anteriormente, a Turquia bloqueou o início do processo, e o presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, informou reiteradas vezes que Ancara não poderia dizer "sim" às adesões da Finlândia e da Suécia por não poder acreditar nas garantias delas sobre as relações com representantes do Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK, na sigla em curdo), proibido na Turquia.
Contudo, nesta terça-feira (28), Turquia, Suécia, Finlândia e a OTAN assinaram um memorando trilateral com dez pontos, apoiando a adesão dos países nórdicos.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала