Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Após mudança de postura turca, Biden anuncia encontro com Erdogan para discutir segurança da OTAN

© Sputnik / Yevgeny BiyatovBandeiras da Turquia e dos EUA
Bandeiras da Turquia e dos EUA - Sputnik Brasil, 1920, 29.06.2022
Nos siga noTelegram
Nesta quarta-feira (29), o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, e seu equivalente turco, Recep Tayyip Erdogan, farão um encontro bilateral para discutir questões de segurança ligadas à Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN).
O encontro bilateral entre os países com os dois maiores exércitos da OTAN foi anunciado pela Casa Branca por meio de um comunicado.

"O presidente [Biden] se encontrará com o presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, para discutir a defesa, a segurança coletiva da aliança e uma série de importantes questões de relações bilaterais", disse a Casa Branca.

O encontro entre as duas lideranças ocorre durante a cúpula da OTAN em Madri, um dia após uma mudança de postura de Ancara em relação às candidaturas de Suécia e Finlândia — que postulam desde o dia 18 de maio a adesão à aliança militar.
© AFP 2022 / Mandel NganSauli Niinisto, presidente da Finlândia (à esquerda), Joe Biden, presidente dos EUA, e Magdalena Andersson, primeira-ministra da Suécia, participam de coletiva de imprensa no Rose Garden da Casa Branca, em Washington, EUA, 19 de maio de 2022
Sauli Niinisto, presidente da Finlândia (à esquerda), Joe Biden, presidente dos EUA (no centro), Magdalena Andersson, primeira-ministra da Suécia (à direita), participam de coletiva de imprensa no Rose Garden da Casa Branca em Washington, EUA, 19 de maio de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 29.06.2022
Sauli Niinisto, presidente da Finlândia (à esquerda), Joe Biden, presidente dos EUA, e Magdalena Andersson, primeira-ministra da Suécia, participam de coletiva de imprensa no Rose Garden da Casa Branca, em Washington, EUA, 19 de maio de 2022
Na terça-feira (29), Turquia, Finlândia, Suécia e a OTAN assinaram um memorando com dez pontos após negociações sobre o apoio de Ancara às adesões dos dois países.
Anteriormente, o governo turco bloqueou a entrada dos países alegando que Helsinque e Estocolmo mantêm relações com o Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK, na sigla em curdo), grupo considerado terrorista pela Turquia.
Em troca do apoio turco na OTAN, Finlândia e Suécia se comprometeram a combater as atividades do PKK e de outros movimentos vistos como terroristas pela Turquia. A Casa Branca emitiu um comunicado em que Biden comemora o acordo.

"Espero trabalhar com o secretário-geral da OTAN, [Jens] Stoltenberg, nossos aliados e o Congresso para garantir que possamos recebê-los [Finlândia e Suécia] em nossa aliança", disse Biden.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала