Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Ministro da Energia dos Países Baixos adverte para efeito dominó na Europa devido à crise do gás

© AP Photo / Martin MeissnerTanque de gás em planta química em Oberhausen, na Alemanha, em 6 de abril de 2022
Tanque de gás em planta química em Oberhausen, na Alemanha, em 6 de abril de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 28.06.2022
Nos siga noTelegram
A crise do gás em um dos países da União Europeia (UE) se espalhará por todo o continente europeu, disse em entrevista ao jornal Politico Rob Jetten, ministro do Clima e Energia dos Países Baixos.
Nesta segunda-feira (27) a UE aprovou uma legislação segundo a qual os reservatórios de gás devem estar 80% cheios até 1 de novembro de 2022 e 90% nos anos subsequentes.
Vale ressaltar que, dos 27 países da União Europeia, apenas 18 têm instalações de armazenamento de gás.

"Será ótimo se certos Estados-membros puderem abastecer suas instalações de armazenamento de gás antes de 1º de novembro, mas se outros países não conseguirem atingir 80% e especialmente países grandes como a Alemanha, então se deve estar ciente de que isso terá um efeito dominó em toda a Europa", observou o ministro.

Jetten acrescentou que, caso "todos os países do noroeste da Europa cheguem à terceira fase do plano de emergência de gás e tentem todas as outras medidas para evitar uma escassez de gás", então os Países Baixos poderão estudar a possibilidade de aumentar a produção no campo de Groningen.
No entanto, o primeiro-ministro neerlandês Mark Rutter disse que esta é uma medida de último recurso, já que o país planeja parar completamente a exploração deste campo até 2024 devido a alegados danos ambientais.
Complexo químico da BASF em Ludwigshafen, Alemanha - Sputnik Brasil, 1920, 28.06.2022
Panorama internacional
Maior complexo químico do mundo pode ser fechado por falta de gás, diz WSJ
Na semana passada os Países Baixos declararam emergência devido à redução das entregas de gás.
A Alemanha passou para a segunda fase do seu plano de emergência de três fases. Em vez de aumentar o fornecimento a partir de Groningen, os Países Baixos, tal como muitos países europeus, optaram por utilizar o carvão.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала