Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

União Europeia usará Moldávia como peão em seu jogo político, diz líder da oposição moldava

© Sputnik / Rodion Proka / Abrir o banco de imagensBandeiras nacionais da Moldávia e da União Europeia em uma coletiva em Chisinau da presidente moldava Maia Sandu sobre a concessão à Moldávia do status de país candidato ao ingresso na União Europeia
Bandeiras nacionais da Moldávia e da União Europeia em uma coletiva em Chisinau da presidente moldava Maia Sandu sobre a concessão à Moldávia do status de país candidato ao ingresso na União Europeia  - Sputnik Brasil, 1920, 27.06.2022
Nos siga noTelegram
O líder da oposição moldava e ex-presidente do país, Igor Dodon, advertiu que a União Europeia concedeu à Moldávia o status de candidato ao ingresso para usar o país em seu jogo geopolítico contra a Rússia.

"A pressa com que nos concederam o status de país candidato apesar da ausência de reformas imprescindíveis [...] confirma que a Moldávia será um peão no quadro geopolítico do Ocidente", escreveu Dodon no seu canal no Telegram.

A Moldávia, insiste o representante da oposição, recebeu o status de país candidato ao ingresso na UE "não para obter ajuda econômica, mas para ser envolvida nos jogos geopolíticos do Ocidente contra a Rússia".
Os atuais dirigentes moldavos, avisa Dodon, querem realizar experimentos militares e políticos que vão ter consequências trágicas para o país, que pode não só perder os laços com seus parceiros do Leste, mas também parte de seu território.
Dodon sublinhou que a Moldávia só será aceita na União Europeia nas próximas décadas, mas já está pronta a se juntar às sanções da UE e EUA contra a Rússia, uma vez que isso é uma condição obrigatória.
Bandeiras da União Europeia (UE) e da Ucrânia fora da sede do Conselho Europeu, em Bruxelas, na Bélgica, em 16 de maio de 2022 (foto de arquivo) - Sputnik Brasil, 1920, 23.06.2022
Panorama internacional
Líderes da UE aprovam status de candidato para Ucrânia e Moldávia, diz Charles Michel
O ex-presidente da Moldávia (1996-2020) disse que a Turquia foi designada país candidato à União Europeia em 1999, mas ainda não se juntou às medidas restritivas do bloco comunitário.
"A guerra do Ocidente contra a Rússia não é a nossa guerra. A política da Moldávia deve se basear na soberania e neutralidade, nas relações vantajosas tanto com o Ocidente como com o Leste da Europa, e ter em contra nossos interesses nacionais. De outro modo, enfrentaremos a autodestruição da nossa economia e podemos desaparecer como país", concluiu.
Em 23 de junho, a União Europeia concedeu o status de país candidato ao ingresso da Ucrânia e Moldávia, avançando assim em sua estratégia de incorporar mais países vizinhos da Rússia em sua zona de influência.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала