Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

OTAN está preparando acordo de segurança entre Suécia, Finlândia e Turquia, diz Stoltenberg

© AP Photo / Olivier MatthysSecretário-geral da OTAN, Jens Stoltenberg (no centro), durante coletiva de imprensa com os ministros das Relações Exteriores da Finlândia, Pekka Haavisto, e da Suécia, Ann Linde, em Bruxelas, em 24 de janeiro de 2022 (foto de arquivo)
Secretário-geral da OTAN, Jens Stoltenberg (no centro), durante coletiva de imprensa com os ministros das Relações Exteriores da Finlândia, Pekka Haavisto, e da Suécia, Ann Linde, em Bruxelas, em 24 de janeiro de 2022 (foto de arquivo) - Sputnik Brasil, 1920, 27.06.2022
Nos siga noTelegram
A Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN) está trabalhando em um acordo de segurança trilateral com Suécia, Finlândia e Turquia, informou o secretário-geral da aliança, Jens Stoltenberg, nesta segunda-feira (27).

"Estamos atualmente trabalhando em um acordo entre Suécia, Finlândia e Turquia para cooperar ainda mais em questões de segurança, incluindo exportação de armas e luta contra o terrorismo", disse Stoltenberg após negociações com a primeira-ministra sueca, Magdalena Andersson.

O secretário-geral afirmou que, nas últimas semanas, a Suécia, em particular, tomou medidas concretas na luta contra o terrorismo. Segundo ele, o país introduziu algumas emendas à sua legislação, lançando novas investigações sobre o Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK, na sigla em curdo), banido na Turquia por atividades terroristas, e começou a processar pedidos de extradição feitos por Ancara.
Para Stoltenberg, é natural que os membros da OTAN demonstrem suas preocupações de segurança durante o processo de adesão de novas nações à organização.
Porém ele destacou que "todos os aliados, apesar das suas preocupações, entendem que a incorporação da Finlândia e da Suécia reforçará a segurança coletiva" da OTAN.
O secretário-geral recordou que representantes de Turquia, Suécia e Finlândia pretendem reunir-se amanhã (28), paralelamente à cúpula da OTAN, que ocorre em Madri nos dias 28 e 29. Essa, segundo ele, será "mais uma possibilidade de avançar no processo de adesão".
O presidente turco Recep Tayyip Erdogan fala durante uma coletiva de imprensa após uma reunião de gabinete no Complexo Presidencial em Ancara em 9 de maio de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 14.06.2022
Panorama internacional
Turquia revela posição sobre expansão da OTAN antes da cúpula na Espanha
Em 18 de maio, Estocolmo e Helsinque submeteram seus pedidos de adesão à OTAN, argumentando que o conflito ucraniano mudou a situação de segurança na Europa.
Uma candidatura de adesão deve ser aprovada por unanimidade, mas a Turquia, um Estado-membro, se opôs, apontando que os dois países apoiam o PKK e as Unidades de Proteção Popular (YPG, na sigla em curdo), organizações consideradas terroristas por Ancara.
Para conceder seu apoio, a Turquia exige que Suécia e Finlândia mudem suas leis para proibir os grupos de organizar quaisquer eventos em seu território, extraditar aqueles que são procurados pela Turquia sob acusações de terrorismo e dar suporte a Ancara em operações militares e antiterroristas.
A scenic view of Helsinki, Finland - Sputnik Brasil, 1920, 27.06.2022
Panorama internacional
Maioria dos finlandeses se recusa a fazer concessões à Turquia para ingressar na OTAN
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала