Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Gazprom retoma fornecimento de gás à Turquia após manutenção

© Sputnik / Grigory Sysoev / Abrir o banco de imagensFuncionário da Gazprom Neft, subsidiária da companhia russa (foto de arquivo)
Funcionário da Gazprom Neft, subsidiária da companhia russa (foto de arquivo) - Sputnik Brasil, 1920, 27.06.2022
Nos siga noTelegram
A Gazprom retomou o fornecimento de gás à Turquia pelo gasoduto TurkStream após concluir a manutenção preventiva anual, informou a companhia nesta segunda-feira (27).

"As obras de manutenção preventiva do gasoduto TurkStream, previstas para o período de 21 a 28 de junho de 2022, foram concluídas. O transporte de gás foi retomado hoje [27], a partir das 20h [no horário russo, 14h em Brasília]", informou a empresa.

No dia 18, a Gazprom anunciou a suspensão dos trabalhos no gasoduto de 21 a 28 de junho para realizar a manutenção anual. Segundo a companhia, a suspensão foi previamente acordada com todas as partes interessadas.
O gasoduto TurkStream atravessa o mar Negro, levando gás natural da Rússia à Turquia, paralelamente ao fornecimento do combustível à Europa.
O projeto foi anunciado pelo presidente russo, Vladimir Putin, em dezembro de 2014, em substituição ao gasoduto South Stream.
A capacidade do empreendimento chega a 31,5 bilhões de metros cúbicos de gás por ano.
O presidente da Sérvia, Aleksandar Vucic, durante coletiva de imprensa em Belgrado, 6 de maio de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 08.06.2022
Panorama internacional
Presidente sérvio diz que interrupção no fornecimento de gás russo será 'infernal' para a Europa

'Panorama já é sombrio' na Alemanha

A crise energética desencadeada pelas sanções antirrussas poderia marcar o início de "tempos difíceis" para a Alemanha e seu povo, relatou a agência norte-americana Bloomberg no último sábado (25).
A administração do chanceler alemão, Olaf Scholz, não conseguiu elaborar nenhum cenário em que a Alemanha tivesse reservas de gás suficientes para o inverno europeu, que começa em dezembro.
Em documento citado pela Deutsche Welle, divulgado no dia 19, o ministro da Economia do país, Robert Habeck, já defende aumentar o uso das usinas a carvão para a produção de eletricidade, com o objetivo de compensar a escassez de gás natural russo.

"O panorama já é sombrio. Os pedidos das fábricas caíram nos últimos três meses, os custos estão subindo e a confiança está se desmoronando", escreveu a Bloomberg.

Logo da empresa russa Gazprom - Sputnik Brasil, 1920, 06.06.2022
Panorama internacional
Economista: hesitação da UE sobre embargo fornece dividendos recordes ao setor energético russo
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала