Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Cúpula da OTAN vai provocar escalada imprevisível, diz Partido Comunista da Grécia

© Sputnik / Kostis Ntantamis / Abrir o banco de imagensIntegrantes e simpatizantes do Partido Comunista Grego em manifestação por ocasião do Dia de Trabalhador, 2019, Atenas, Grécia
Integrantes e simpatizantes do Partido Comunista Grego em manifestação por ocasião do Dia de Trabalhador, 2019, Atenas, Grécia - Sputnik Brasil, 1920, 27.06.2022
Nos siga noTelegram
A cúpula da OTAN vai levar a uma escalada da agressão da aliança e pode provocar um conflito de dimensões imprevisíveis, diz o comunicado do Partido Comunista da Grécia (KKE, na sigla grega) em meio à reunião prevista dos líderes dos países da aliança.

"A cúpula da OTAN em Madri, a realizar em 29-30 de junho, vai ser uma plataforma para uma futura escalada da agressão da OTAN contra os povos, bem como para o agravamento da rivalidade imperialista, que hoje em dia está se manifestando no conflito armado na Ucrânia", comunica o gabinete de imprensa do KKE.

A cúpula da aliança, diz o comunicado, está disposta a fortalecer a "concepção estratégica da OTAN", que o partido chama de "agressiva".
Os pontos principais da referida concepção são o fortalecimento e consolidação das forças da OTAN na área de combates no Leste Europeu, a expansão da aliança para diversas outras áreas do planeta, por exemplo no Indo-Pacífico, que está se transformando em uma região de conflito, em meio à rivalidade entre os Estados Unidos e a China.
© Sputnik / Kostis Ntantamis  / Abrir o banco de imagensIntegrantes e simpatizantes do Partido Comunista Grego em manifestação por ocasião do Dia de Trabalhador, Atenas, Grécia
Integrantes e simpatizantes do Partido Comunista Grego em manifestação por ocasião do Dia de Trabalhador, Atenas, Grécia - Sputnik Brasil, 1920, 27.06.2022
Integrantes e simpatizantes do Partido Comunista Grego em manifestação por ocasião do Dia de Trabalhador, Atenas, Grécia
A concepção prevê o apoio à expansão da OTAN, em particular à adesão da Suécia e Finlândia na primeira fase, visando cercar a Rússia, bem como a modernização do arsenal convencional e nuclear, por meio de novos programas de rearmamento, pelos quais os povos terão de pagar, afirma o partido.

"Tais decisões vão provocar uma escalada e expansão do conflito entre a aliança euro-atlântica, por um lado, e a aliança euroasiática, liderada pela China e Rússia, por outro. Trata-se de um conflito de dimensão imprevisível pela divisão dos mercados, fontes de energia e riqueza em geral, que criam condições para uma nova fase de guerras imperialistas, com muitas perdas por parte dos povos. Demonstrações disso são a declaração do ministro das Relações Exteriores russo sobre o fortalecimento da OTSC [Organização do Tratado de Segurança Coletiva], liderada pela Rússia e apresentada como 'contrapeso' à OTAN, e a declaração recente do chefe do Estado-Maior britânico sobre 'a preparação para um novo confronto militar na Europa'", destaca o KKE.

Os comunistas estão preocupados com o fato de as autoridades gregas, representadas pelo partido Nova Democracia, liderarem na realização desses planos perigosos, enviando para a Ucrânia equipamentos militares, modernizando as bases dos EUA e da OTAN no país, alocando as Forças Armadas gregas para as forças da OTAN, aumentando o custo do equipamento militar da aliança.

"A oposição dos povos à OTAN e às decisões da cúpula é uma questão de vida ou de morte."

Tropas da OTAN durante exercícios militares - Sputnik Brasil, 1920, 27.06.2022
Panorama internacional
Novo conceito estratégico da OTAN é criticamente perigoso, diz senadora russa
O Partido Comunista da Grécia apoia as manifestações em prol da paz durante a cúpula e diz que uma numerosa delegação grega vai tomar parte delas junto com o Partido Comunista da Espanha.
O Partido Comunista da Grécia exige que as bases militares estrangeiras na Grécia sejam fechadas e que os militares gregos, bem como os sistemas de armamento nacionais, não sejam enviados para o estrangeiro.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала