Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Conselho de Segurança da ONU se reunirá para discutir situação da Ucrânia na tarde desta terça-feira

© Folhapress / Luiz Roberto LimaReunião do Conselho de Segurança da ONU (Organização das Nações Unidas) em Nova York, nos EUA, em 12 de abril de 2017
Reunião do Conselho de Segurança da ONU (Organização das Nações Unidas) em Nova York, nos EUA, em 12 de abril de 2017 - Sputnik Brasil, 1920, 27.06.2022
Nos siga noTelegram
O Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU) se reunirá para discutir o conflito da Ucrânia na terça-feira (28), às 16h (horário de Brasília), de acordo com o programa da entidade.
A Missão da Ucrânia na ONU solicitou a reunião após um ataque com mísseis a um suposto shopping center em Kremenchug que deixou 13 mortos, informou a Reuters, citando o governador regional.
"Hoje, em 27 de junho, a Federação da Rússia bombardeou com mísseis um shopping center lotado em Kremenchug, região de Poltava. Tenho a honra de solicitar uma reunião urgente do Conselho de Segurança. Conselho de acordo com os Artigos 34 e 35 da Carta das Nações Unidas sob o item da agenda 'Manutenção da paz e segurança da Ucrânia'", disse o embaixador ucraniano na ONU, Sergei Kyslytsya, em uma carta destinada à missão albanesa, que assume a presidência do conselho durante o mês de junho.
Por outro lado, a Rússia contestou sua suposta culpa no ataque.

"Parece que estamos lidando com uma nova provocação ucraniana no estilo Bucha. Deve-se esperar pelo que o nosso Ministério da Defesa dirá, mas já existem muitas discrepâncias marcantes. Exatamente o que o regime de Kiev precisa para manter o foco das atenções na Ucrânia antes da Cúpula da OTAN [Organização do Tratado do Atlântico Norte]", disse o vice-representante permanente da Rússia na ONU, Dmitry Polyanskiy, em sua conta no Twitter.

No sábado (25), o representante oficial do Ministério da Defesa da Rússia, tenente-general Igor Konashenkov, disse que os militares russos destruíram as instalações ucranianas de processamento e armazenamento de combustível perto das cidades do sul de Kremenchug e Lisichansk com ataques de precisão.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала