Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Países do G7 percebem que 'a festa da energia russa acabou', diz premiê britânico

© Sputnik / Assessoria de Imprensa do primeiro-ministro do Reino Unido / Abrir o banco de imagensO premiê britânico, Boris Johson (à esquerda), e o presidente ucraniano, Vladimir Zelensky (à direita ), durante um encontro em Kiev, 1º de fevereiro de 2022
O premiê britânico, Boris Johson (à esquerda), e o presidente ucraniano, Vladimir Zelensky (à direita ), durante um encontro em Kiev, 1º de fevereiro de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 26.06.2022
Nos siga noTelegram
Neste domingo (26), o premiê britânico, Boris Johnson, declarou que os países do G7 estão cientes de que a "festa dos hidrocarbonetos russos acabou" e estão buscando formas de se adaptar a essa nova realidade.
Conforme afirmou Johnson em entrevista à emissora norte-americana CNN, os países-membros do G7 estão buscando novos fornecedores de energia, além de soluções sustentáveis.

"Aqui no G7 eu acho que todos percebemos que a festa dos hidrocarbonetos da Rússia acabou. Então, todos estão encontrando formas de se adaptar. Em um curto prazo, teremos que encontrar hidrocarbonetos de outro lugar [...], mas no longo prazo, temos que trabalhar juntos em soluções sustentáveis nas quais acreditamos", disse o líder britânico.

Johnson acrescentou que o Reino Unido desenvolverá o setor de energia eólica e mudará seus planos no setor de energia atômica. Segundo o premiê, seu país construirá um reator nuclear a cada ano ao invés de a cada década, como planejado anteriormente.
© AP PhotoO primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson (à esquerda), caminha ao lado do presidente ucraniano, Vladimir Zelensky (à direita), em Kiev, Ucrânia, 9 de abril de 2022
O primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson (à esquerda), caminha ao lado do presidente ucraniano, Vladimir Zelensky (à direita), em Kiev, Ucrânia, 9 de abril de 2022  - Sputnik Brasil, 1920, 26.06.2022
O primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson (à esquerda), caminha ao lado do presidente ucraniano, Vladimir Zelensky (à direita), em Kiev, Ucrânia, 9 de abril de 2022
O premiê está reunido com os outros membros do G7 na Alemanha para conversas que devem girar em torno do conflito na Ucrânia. Entre as medidas esperadas do encontro está o banimento do ouro russo. Os líderes realizam o encontro sob pressão política devido ao aumento dos preços e da inflação em seus países.
Desde o início da operação militar russa na Ucrânia, os EUA e seus aliados, principalmente os países da União Europeia (UE) e o Reino Unido, aplicaram um volume de sanções sem precedentes contra a Rússia. Entre as medidas, a UE planeja acabar com sua dependência de suprimentos de energia da Rússia.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала