Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Força Aérea russa aniquila 80 mercenários da Polônia na República Popular de Donetsk

© SputnikUm bombardeiro de longo alcance Tupolev Tu-22M3 da Força Aeroespacial Russa (foto de arquivo)
Um bombardeiro de longo alcance Tupolev Tu-22M3 da Força Aeroespacial Russa (foto de arquivo) - Sputnik Brasil, 1920, 25.06.2022
Nos siga noTelegram
A Polônia tem sido o país de onde vem mais combatentes estrangeiros para território ucraniano desde o começo da operação militar, contabilizando, até o momento, 1.831 chegadas, 378 mortes e 272 partidas
A Força Aérea russa aniquilou cerca de 80 mercenários poloneses entrincheirados em uma fábrica na cidade de Konstantínovka, no norte da República Popular de Donetsk (RPD), ao mesmo tempo, dezenas de veículos militares também foram destruídos no processo, segundo o Ministério da Defesa russo.
"Como resultado dos ataques da Força Aeroespacial russa com armas de alta precisão nos edifícios da fábrica de zinco Megateks, localizada na cidade de Konstantinovka, RPD, até 80 mercenários poloneses, 20 veículos blindados e oito Grad lançadores de foguetes foram aniquilados", disse o comunicado da Defesa neste sábado (25).
A Polônia tem sido nestes meses a principal fonte de combatentes estrangeiros para a Ucrânia, com 1.831 chegadas, 378 mortes e 272 partidas. Segue-se o Canadá (601/162/169), Estados Unidos (530/214/227), Romênia (504/102/98) e Reino Unido (422/101/95).
Segundo estimativas da pasta, milhares de mercenários e especialistas em armas de 64 países chegaram à Ucrânia desde o início da operação especial militar russa.
Mercenários estrangeiros Shaun Pinner, Aiden Aslin e Saadoun Bragim no tribunal em Donetsk - Sputnik Brasil, 1920, 16.06.2022
Sociedade e cotidiano
Sentença de pena capital a mercenários estrangeiros em Donetsk é um sinal para outros, diz Zakharova
Pouco antes, foi especificado que a aviação russa, junto às tropas de mísseis e artilharia, "destruiu unidades militares e técnicas de guerra em 284 zonas, dois depósitos de munição, foguetes e armas de artilharia na zona Volnovakha, na República Popular de Lugansk (RPL), bem como unidades de artilharia e morteiros em 43 zonas".
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала