Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Presidente Alberto Fernández solicita adesão da Argentina ao BRICS

© AP Photo / Natacha PisarenkoPresidente da Argentina, Alberto Fernández
Presidente da Argentina, Alberto Fernández - Sputnik Brasil, 1920, 24.06.2022
Nos siga noTelegram
O presidente Alberto Fernández expressou nesta sexta-feira (24), ao participar virtualmente da XIV Cúpula dos líderes do BRICS, a aspiração da Argentina de ser "membro pleno" do bloco que integra o Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul.

"Desejamos ser membros plenos deste grupo de nações que já representa 42% da população mundial e 24% do produto bruto global. Somos fornecedores seguros e responsáveis de alimentos, reconhecidos no âmbito da biotecnologia e em tecnologia logística aplicada. Isto significa que não só somos capazes de produzir e exportar alimentos, mas sabemos fornecer serviços e formar especialistas para que outros países façam crescer sua eficiência produtiva e melhorem assim a qualidade de vida de seus habitantes", disse o presidente, citado pela agência Télam, em seu discurso aos presidentes dos países do BRICS.

Última hora
Alberto Fernández solicita a adesão da Argentina ao BRICS.
O presidente argentino afirmou que "nem o trigo, nem a comida podem se tornar uma arma de guerra", ressaltando que "a paz é urgente por ser urgente fazer um mundo mais igualitário".
A Argentina participa do encontro por convite pessoal para Fernández do líder chinês, Xi Jinping, neste ano, por ocasião do 50º aniversário do início das relações diplomáticas com a China.
O presidente da China, Xi Jinping, chega a uma reunião com membros do Conselho Empresarial e membros da gestão do Novo Banco de Desenvolvimento, durante a cúpula do BRICS em Brasília, 14 de novembro de 2019 - Sputnik Brasil, 1920, 23.06.2022
Panorama internacional
Expansão do BRICS pode ampliar influência da China?
Quanto à crise alimentar global, Alberto Fernández – como já o fez na Cúpula das Américas – assegurou que a Argentina pode substituir a Rússia no fornecimento de gás pelas existências do depósito petrolífero Vaca Muerta e contribuir com o necessário para garantir a segurança alimentar do planeta.
"O BRICS é uma excelente alternativa para meu país de cooperação diante de uma ordem mundial que vem funcionando para o benefício de poucos", escreveu Fernández em uma carta enviada ao fórum de partidos políticos da organização, que se reuniu em maio em forma virtual e que foi lida no encontro pelo embaixador da Argentina na China, Sabino Vaca Narvaja.
"Diálogo de Alto Nível sobre Desenvolvimento Global" é o lema da XIV Cúpula do BRICS que neste ano é presidida pela China e que ocorre em formato virtual desde 23 de junho.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала