Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Liderança do PKK é morta no Iraque por forças da Turquia, diz mídia

© AP Photo / Ministério da Defesa da TurquiaMilitares turcos na fronteira com o Iraque recebem o ministro da Defesa da Turquia, Hulusi Akar, na província turca de Hakkari, 19 de junho de 2020
Militares turcos na fronteira com o Iraque recebem o ministro da Defesa da Turquia, Hulusi Akar, na província turca de Hakkari, 19 de junho de 2020 - Sputnik Brasil, 1920, 24.06.2022
Nos siga noTelegram
Nesta sexta-feira (24), forças de segurança da Turquia neutralizaram uma das lideranças do Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK), na região norte do Iraque. O grupo é considerado uma organização terrorista pelas autoridades turcas.
A informação foi publicada pela agência turca Anadolu, citando fontes do setor de segurança da Turquia.

"Delal Azizoglu, um terrorista do PKK, conhecido por suas atividades ilegais na Europa sob o codinome Raperin, foi alvo no distrito de Sulaymaniyah, no norte do Iraque, da Organização Nacional de Inteligência da Turquia [MIT, na sigla em inglês]", disseram as fontes à agência.

Um conflito militar está em curso entre o PKK e as forças turcas desde 1984. As tensões escalaram a partir de 2015, acarretando diversas operações aéreas e terrestres da Turquia contra as bases do PKK na região norte do Iraque.
© AP Photo / Samya KullabSoldado iraquiano em frente a muro com a inscrição "PKK"
Soldado iraquiano em frente ao muro com inscrição PKK - Sputnik Brasil, 1920, 24.06.2022
Soldado iraquiano em frente a muro com a inscrição "PKK". Foto de arquivo
Segundo as autoridades turcas, ao longo de 25 anos o PKK teria sido responsável pelas mortes de 40 mil pessoas, incluindo mulheres e crianças.
O presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, disse que, desde julho de 2015, quase 13 mil membros do PKK foram mortos, sendo seis mil dentro da Turquia e outros 6,9 mil fora do país. A Turquia já perdeu mais de 1,2 mil militares em confrontos com o PKK.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала