Pessoas usando máscaras de proteção caminham por rua em Paris, França, 27 de maio de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Sociedade e cotidiano
As principais notícias, reportagens e artigos sobre sociedade e a rotina cotidiana.

Cemitério de ursos extintos de 40.000 anos encontrado em gruta russa nunca pisada pelo homem (FOTOS)

© Foto / Anastasia Mavrenkova / Serviço de imprensa da Universidade Federal dos UraisRestos de ursos das cavernas encontrados em gruta na região russa de Perm
Restos de ursos das cavernas encontrados em gruta na região russa de Perm - Sputnik Brasil, 1920, 21.11.2021
Nos siga noTelegram
Paleontologistas russos descobriram os restos de 18 ursos das cavernas que viveram há 40.000 anos em uma gruta, nunca pisada pelo homem, na região russa de Perm.
No total foram encontradas mais de 300 costelas, vértebras e ossos tubulares intactos dos animais extintos, na sua maioria fêmeas.
A descoberta foi feita no mês de agosto, mas só foi revelada recentemente em um artigo no jornal The Siberian Times.
Os especialistas ressaltaram que a integridade dos ossos encontrados em ocasiões anteriores nessa zona tinha sido perturbada pela presença da atividade humana, algo que não ocorreu no cemitério natural descoberto, segundo o veículo de imprensa.
© Foto / Anastasia Mavrenkova / Serviço de imprensa da Universidade Federal dos UraisCrânios de ursos das cavernas antigos encontrados na gruta de Prokoshev na região de Perm, Rússia
Crânios de ursos das cavernas antigos encontrados na gruta de Prokoshev na região de Perm, Rússia - Sputnik Brasil, 1920, 21.11.2021
Crânios de ursos das cavernas antigos encontrados na gruta de Prokoshev na região de Perm, Rússia
"Na caverna de Prokoshev, temos a oportunidade de estudar a estrutura inalterada de um cemitério natural, obtendo informação única sobre a ecologia e a biologia dessa época", afirmou o pesquisador principal, dr. Dmitry Gimranov, do Instituto de Ecologia Vegetal e Animal do ramo dos Urais da Academia de Ciências da Rússia.
"Encontrar 15 crânios em duas expedições é um grande sucesso", assegurou o cientista.
Ele explicou que é uma tarefa complicada achar necrópoles de grandes mamíferos carnívoros do Pleistoceno Tardio.
Os especialistas determinaram que alguns dos ursos morreram durante a hibernação, e estão esperando para analisar os dentes para revelar como se alimentavam esses animais.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала