Pessoas usando máscaras de proteção caminham por rua em Paris, França, 27 de maio de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Sociedade e cotidiano
As principais notícias, reportagens e artigos sobre sociedade e a rotina cotidiana.

'Inverno vulcânico': extinção em massa na Terra há 250 milhões de anos foi causada por vulcões

© Foto / Pixaby / Free-PhotosErupção vulcânica
Erupção vulcânica - Sputnik Brasil, 1920, 19.11.2021
Nos siga noTelegram
A extinção do Permiano-Triássico, também conhecida como a 'Grande Extinção', foi um acontecimento que ocorreu há aproximadamente 250 milhões de anos e que dizimou 90% das espécies no planeta.
Segundo cientistas, o evento foi impulsionado em parte por erupções vulcânicas, que posteriormente desencadearam um inverno vulcânico à escala global, revela uma pesquisa conduzida pela Academia Chinesa de Ciências, escreve Daily Mail.
Os pesquisadores estudaram depósitos ricos em cobre na província de Sichuan, no sul da China. Anomalias presentes nas rochas cobertas por camadas de cinzas vulcânicas sugerem que elas foram formadas ou afetadas por emissões de enxofre de vulcões próximos.
Ao ser liberado na atmosfera, os aerossóis de enxofre atuam como uma barreira, refletindo a luz solar de volta para o espaço e modificando as nuvens, o que resulta em um rápido efeito de resfriamento.
Pesquisadores acreditam que a atividade vulcânica na China poderia ter reduzido temporariamente as temperaturas médias globais em cerca de 4 °C.
A equipe sugere que o vulcanismo rico em enxofre teria sido um fator, anteriormente desconhecido, que esteve na origem da extinção do Permiano-Triássico, contribuindo à eliminação de espécies de seres vivos.
"Ao analisarmos detalhadamente o registro geológico na época da grande extinção, descobrimos que o desastre ambiental global no final do Permiano pode ter tido várias consequências entre as espécies marinhas e não marinhas", disse autor do artigo, geólogo Michael Rampino da Universidade de Nova York.
A extinção do Permiano-Triássico está geralmente associada a diferentes atividades vulcânicas, especialmente a erupção de basaltos de inundação que compõem as regiões magmáticas siberianas.
Terreno acidentado (imagem referencial) - Sputnik Brasil, 1920, 08.10.2021
Extinção em massa assustadora de 33 milhões de anos atrás 'passou despercebida' por cientistas
Este evento explosivo não foi um episódio breve na formação desta "grande província ígnea". Cerca de quatro milhões de quilômetros cúbicos de rocha escorreram em forma de lava ao longo de dois milhões de anos.
Considera-se que as erupções tanto na Sibéria como na China causaram um estresse ambiental considerável – incluindo o aquecimento global, que resultou na libertação de dióxido de carbono e redução do teor de oxigênio dos oceanos, o que acabou por sufocar a vida marinha.
No entanto, os resultados da equipe sugerem que o período de aquecimento induzido por vulcões pode ter sido precedido pelo processo de estresse oposto – o inverno vulcânico.
"Este trabalho sugere que houve um resfriamento rápido provavelmente em cerca de 4 °C em média global, seguido por um aquecimento abrupto no final do Permiano", observam os cientistas em estudo publicado em Science Advances.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала