Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Azerbaijão e Armênia revelam número de mortos e feridos nos combates na fronteira

© REUTERS / Artem MikryukovSoldado de etnia armênia perto do vilarejo de Taghavard, na região de Nagorno-Karabakh. Foto de arquivo
Soldado de etnia armênia perto do vilarejo de Taghavard, na região de Nagorno-Karabakh. Foto de arquivo - Sputnik Brasil, 1920, 17.11.2021
Nos siga noTelegram
De acordo com os Ministérios da Defesa do Azerbaijão e da Armênia, os combates na fronteira de ontem (16) provocaram diversos mortos e feridos dos dois lados.
Nesta quarta-feira (17), o Ministério da Defesa do Azerbaijão informou sobre o número de seus soldados mortos e feridos nos combates na fronteira com a Arménia.
"Em combate morreram sete militares azerbaijanos, dez ficaram feridos", de acordo com a Defesa do Azerbaijão.
O ministério azerbaijano disse que a situação na fronteira com a Arménia atualmente é estável. Baku publicou a lista de mortos e informou que foi iniciado um processo penal.
Por sua vez, o Ministério da Defesa da Armênia informou que perdeu contato com 24 militares armênios e que outros 13 soldados foram capturados.
"Do lado armênio há um morto, 13 militares capturados. Durante os combates foi perdido o contato com 24 militares, seu destino é desconhecido", de acordo com o comunicado de Yerevan.
Ontem, terça-feira (16), o Ministério das Relações Exteriores da Armênia afirmou que as Forças Armadas do Azerbaijão invadiram o país. A Armênia perdeu duas posições militares.
No mesmo dia, o Ministério da Defesa do Azerbaijão anunciou que a situação na fronteira permanecia tensa e que as operações militares continuavam.
No fim do dia, o Ministério da Defesa da Rússia comunicou que, em resultado das conversas telefónicas do ministro russo Sergei Shoigu com seus homólogos armênio e azerbaijano, os lados terminaram os combates perto da montanha fronteiriça de Kilisali.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала