Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Polônia diz que 'não hesitará' em usar armas contra migrantes caso seja necessário

© AFP 2022 / Leonid ShcheglovMigrantes entram em confronto com policiais poloneses ao tentar cruzar a fronteira do país
Migrantes entram em confronto com policiais poloneses ao tentar cruzar a fronteira do país - Sputnik Brasil, 1920, 16.11.2021
Nos siga noTelegram
A porta-voz da Guarda de Fronteira da Polônia, Anna Michalska, declarou nesta terça-feira (16) que os policiais não hesitarão em usar armas na fronteira, caso seja necessário.
No entanto, ela destacou que os guardas fronteiriços farão o possível para evitar o uso de armas.
A porta-voz também explicou que o serviço é "uma estrutura de força, que recebe capacitação para, caso haja necessidade, usar estas armas".
Nesta terça-feira (16), um policial polonês ficou gravemente ferido após sofrer provavelmente uma fratura craniana durante os incidentes na fronteira com Belarus.
"Infelizmente, como resultado do ataque das pessoas inspiradas por Belarus, um dos policiais ficou gravemente ferido. Ele está recebendo os devidos cuidados e está sendo levado ao hospital. Seu crânio foi provavelmente fraturado após ser atingido com um objeto desconhecido", informou a polícia polonesa.
As declarações surgem em meio às tensões fronteiriças entre a Polônia e Belarus, sendo que o Estado da UE começou reforçando a segurança na fronteira devido ao influxo de migrantes na área desde segunda-feira (8).
O bloco culpa as políticas de "guerra híbrida" de Minsk, alegadamente encorajando os migrantes a se dirigirem para a Europa. Contudo, Belarus nega todas as acusações, e diz que simplesmente não se pode dar ao luxo de proteger a UE das ondas migratórias devido às pesadas sanções impostas ao país.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала