Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

EUA vão competir com China 'usando todas as forças', afirma Sullivan após cúpula Biden-Xi

© AP Photo / Evan VucciAssessor de Segurança Nacional da Casa Branca, Jake Sullivan, durante coletiva de imprensa
Assessor de Segurança Nacional da Casa Branca, Jake Sullivan, durante coletiva de imprensa - Sputnik Brasil, 1920, 16.11.2021
Nos siga noTelegram
Os Estados Unidos usarão todas as suas forças para competir com a China e defender seus valores junto a aliados e parceiros norte-americanos, disse o conselheiro de Segurança Nacional, Jake Sullivan, nesta terça-feira (16).

"O presidente Biden deixou claro que junto de nossos aliados e parceiros, e aqueles que compartilham nossos valores democráticos, vamos trabalhar por uma visão, não contra a China, mas por uma visão afirmativa de um sistema internacional que permaneça livre, aberto e justo. Nós competiremos com todas as forças ao nosso alcance e defenderemos nossos valores," disse Sullivan durante um debate promovido pelo Instituto Brookings.

Sullivan também disse que o presidente dos EUA, Joe Biden, durante a cúpula com o presidente da China, Xi Jinping, salientou a necessidade de diálogo sobre estabilidade estratégica.
"O presidente Biden levantou, junto ao presidente Xi, a necessidade de criarmos diálogos sobre estabilidade estratégica," afirmou o consultor.

Cúpula Biden-Xi

Na última segunda-feira (15), os presidentes dos EUA, Joe Biden, e da China, Xi Jinping, realizaram uma reunião virtual na qual discutiram, sobretudo, formas de garantir que ambos os países possam concorrer de maneira leal, evitando conflitos de ordem econômica.
© REUTERS / Tingshu WangMonitor mostra o presidente chinês Xi Jinping, e o norte-americano Joe Biden, em cúpula virtual, 16 de novembro de 2021
Monitor mostra o presidente chinês Xi Jinping, e o norte-americano Joe Biden, em cúpula virtual, 16 de novembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 16.11.2021
Monitor mostra o presidente chinês Xi Jinping, e o norte-americano Joe Biden, em cúpula virtual, 16 de novembro de 2021
Além disso, Biden sugeriu a Xi que a China cooperasse com os EUA na agenda de desafios globais, mais especificamente sobre mudanças climáticas. Por sua vez, Xi ressaltou a necessidade do cumprimento de compromissos internacionais, o que garantiria maior estabilidade no sistema internacional.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала