Pessoas usando máscaras de proteção caminham por rua em Paris, França, 27 de maio de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Sociedade e cotidiano
As principais notícias, reportagens e artigos sobre sociedade e a rotina cotidiana.

Auditoria da NASA revela que EUA não conseguirão regressar à Lua por 'vários anos'

© AP Photo / NASA / Neil ArmstrongAstronauta Buzz Aldrin na Lua
Astronauta Buzz Aldrin na Lua - Sputnik Brasil, 1920, 16.11.2021
Nos siga noTelegram
Uma auditoria do projeto Artemis da NASA sugere que o regresso dos EUA à Lua, agendado para 2024, no mínimo não será viável por vários anos.
O relatório da auditoria indicou déficit no financiamento, atrasos causados pela pandemia de coronavírus e uma meta inicial excessivamente otimista de 2024 como principais responsáveis do atraso.
O programa Artemis é uma iniciativa de 2017 designada a revigorar o programa espacial dos EUA. Estima-se que a NASA gaste US$ 93 bilhões (R$ 507 bilhões) no projeto até 2025.
Segundo avaliações, os primeiros quatro lançamentos vão custar aproximadamente US$ 4,1 bilhões (R$ 22,3 bilhões) por lançamento.
Curioso saber aonde a missão Artemis I da NASA vai se dirigir após o lançamento? Artemis I será um voo não tripulado que viajará milhares de quilômetros além da Lua.
A auditoria revela que, sem avanços seguros e eficazes em termos de redução de custos, o projeto poderá parar devido à falta de dinheiro.
A grande ideia das missões Artemis é transformar a Lua em uma estação espacial para missões a Marte.
Quando foi inicialmente concebida, a série de lançamentos foi planejada para missões a serem realizadas até 2030.
O projeto da NASA traria astronautas e suprimentos à Lua para construir bases de operações e estudar depósitos de recursos.
Lua (imagem referencial) - Sputnik Brasil, 1920, 25.05.2021
NASA anuncia nova missão de mais de 400 milhões de dólares para buscar gelo na Lua
Além disso, áreas com recursos minerais suficientes seriam usadas como locais de assentamento. A extração de recursos no local e a sua transformação reduziriam o esforço econômico e tecnológico de levar matérias-primas para a Lua.
De acordo com relatórios, a complexidade e o custo destas missões poderão ajudar a criar novos avanços tecnológicos e científicos. A iniciativa liderada pelos EUA está aberta para participação de outras nações.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала