Pessoas usando máscaras de proteção caminham por rua em Paris, França, 27 de maio de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Sociedade e cotidiano
As principais notícias, reportagens e artigos sobre sociedade e a rotina cotidiana.

Estudo revela como erupções vulcânicas teriam contribuído para colapso de dinastias chinesas

© AFP 2022 / Tibta PanginErupção do vulcão Sinabung em Sumantra
Erupção do vulcão Sinabung em Sumantra - Sputnik Brasil, 1920, 13.11.2021
Nos siga noTelegram
Segundo um novo estudo, as erupções vulcânicas teriam contribuído para o colapso das dinastias chinesas nos últimos dois mil anos.
Grandes erupções criaram uma nuvem de fumaça vulcânica que bloqueou alguma luz solar por um ou dois anos, reduzindo o aquecimento dos solos na Ásia entre os meses de junho e agosto, contribuindo para monções mais fracas, e resultando na redução das colheitas, explica o portal Phys.org.

"Confirmamos pela primeira vez que os colapsos das dinastias na China nos últimos dois mil anos são mais prováveis nos anos após as erupções vulcânicas [...] Mas essa relação é complexa, pois se existirem guerra e conflitos contínuos, as dinastias são mais suscetíveis ao colapso. O impacto de um clima resfriado nas plantações também poderia tornar o conflito mais provável, aumentando ainda mais a probabilidade da queda [das dinastias]", explicou o coautor do estudo, Alan Robock, professor do Departamento de Ciências Ambientais na Faculdade de Ciências Ambientais e Biológicas da Universidade Rutgers-New Brunswick, nos EUA, citado na matéria.

A equipe de cientistas reconstruiu 156 erupções vulcânicas explosivas entre 1 d.C. e 1915, examinando níveis elevados de sulfato nos núcleos gelados da Groenlândia e da Antártica, de acordo com a revista Communications Earth & Environment. Os cientistas também analisaram documentos históricos chineses de 68 dinastias, examinando as guerras que ocorreram entre 850 e 1911.
As erupções vulcânicas podem libertar milhões de toneladas de dióxido de enxofre para a atmosfera, formando vastas nuvens de ácido sulfúrico que refletem a luz solar para fora da Terra, e fazendo com que a temperatura média da superfície terrestre diminua.
Múmias encontradas na cidade dos mortos, no Egito - Sputnik Brasil, 1920, 27.10.2021
Geneticista revela origem de múmias misteriosas desenterradas na China (FOTOS)
Erupções de maior escala, porém, podem levar a "uma dupla ameaça de temperaturas baixas e aridez durante a estação do cultivo agrícola", conforme a pesquisa. Os impactos deste fenômeno seriam agravados pelas mortes de animais, degradação acelerada do solo, e danos adicionais às culturas agrícolas devido às pragas que conseguem sobreviver em invernos mais amenos.
De acordo com os cientistas, esses "choques" vulcânicos menores no clima poderiam acelerar o colapso das dinastias quando as pressões políticas e socioeconômicas já eram elevadas. Há, no entanto, todo um outro leque de fatores que contribuiu para a queda das dinastias da China, entre os quais má liderança, corrupção administrativa, e pressões demográficas.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала