Após falso porta-aviões americano China constrói modelos de caças F-35 alarmando EUA e Japão (FOTO)

© AFP 2022 / Roslan RahmanCaça a jato Raptor F-22 da Força Aérea dos EUA participa de show aéreo em Cingapura, 9 de fevereiro de 2020
Caça a jato Raptor F-22 da Força Aérea dos EUA participa de show aéreo em Cingapura, 9 de fevereiro de 2020 - Sputnik Brasil, 1920, 12.11.2021
Nos siga noTelegram
A China construiu modelos de caças norte-americanos F-35 em um campo de tiro distante, o que sugere que o país está aumentando esforços para deter a interferência do Japão e EUA nos assuntos de Taiwan, de acordo com os especialistas.
Imagens de satélite recentes mostram pelo menos quatro maquetes de caças F-35 Lightning II no campo de tiro de Korla da Força de Mísseis do Exército de Libertação Popular (ELP) da China na região autônoma de Xinjiang, conforme a revista militar Kanwa International Journal.
O editor-chefe Andrei Chang disse que as maquetes feitas em tamanho real podem ser alvos para mísseis balísticos de médio alcance DF-16 e DF-21C, sendo uma mensagem para a Força Aérea dos EUA no Japão.
Chang, citado pelo South China Morning Post, afirmou que a China implantou os mísseis DF-21C, com o alcance de 2.000 quilômetros, no norte do país como uma nova tática para poder atingir todo o território do Japão.

"[Maquetes de F-35 e implantação de DF-21C] podem ser vistas como uma resposta do ELP à crescente implantação de mais F-35B pelos fuzileiros americanos em sua base aérea em Iwakuni, enquanto a Força Aérea de Autodefesa do Japão também enviou mais F-35A para a base aérea de Misawa", conforme o especialista.

Anteriormente, a China construiu alvos móveis parecidos com um porta-aviões e outros navios de guerra dos EUA. Na base aérea de Korla também foram vistas maquetes de caças F-15 Eagle, informou Chang.
Imagem de satélite do campo de treinamento de Korla do ELP em Xinjiang mostra quatro maquetes de caças F-35 Lighting II. O local de teste foi expandido nos últimos dois anos com mísseis balísticos DF-16 e DF-21C implantados em seu território.
Por sua vez, Ben Ho, investigador de estudos militares de Cingapura, afirmou que as maquetes de navios norte-americanos revelam a disposição de Pequim de desafiar o poder marítimo dos EUA, enquanto as maquetes de F-35 indicam que as forças baseadas em terra também podem ser atingidas pelos mísseis do ELP. Eles também visam o Japão.
Um informante militar em Pequim revelou que as maquetes de F-15 foram construídas como alvos terrestres para a Força de Mísseis chinesa e podem ser consideradas um aviso da China contra a posição dos EUA e Japão em relação a Taiwan.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала