Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

No 2º telefonema em 2 dias, Merkel diz a Putin que Belarus provocou crise na fronteira

© Sputnik / Sergei GuneevA chanceler alemã Angela Merkel e o presidente da Rússia Vladimir Putin
A chanceler alemã Angela Merkel e o presidente da Rússia Vladimir Putin - Sputnik Brasil, 1920, 11.11.2021
Nos siga noTelegram
Em meio a tensões migratórias nas fronteiras entre a UE e Belarus, Moscou aponta que ações conduzidas pelo Ocidente apenas poderiam piorar a situação atual.
Durante uma nova chamada telefônica entre o presidente da Rússia, Vladimir Putin, e a chanceler alemã, Angela Merkel, nesta quinta-feira (11), Minsk foi apontada pela líder europeia como principal responsável pela crise vivida na fronteira entre a Polônia e Belarus.

"Durante a conversa telefônica, a chanceler [da Alemanha] e o presidente da Rússia trocaram opiniões sobre a situação atual na fronteira belarussa-polonesa. A chanceler enfatizou que a razão de tal evento é o governo belarusso, que está utilizando pessoas indefesas em um ataque híbrido contra a UE", afirmou o governo alemão.

Fica assim marcado o segundo dia de conversações entre os dois chefes de Estado, com o objetivo de discutirem soluções para o problema em causa.
© REUTERS / Polícia da PolôniaPolícia polonesa na fronteira com Belarus, perto de Kuznica, Polônia, 10 de novembro de 2021
Polícia polonesa na fronteira com Belarus, perto de Kuznica, Polônia, 10 de novembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 11.11.2021
Polícia polonesa na fronteira com Belarus, perto de Kuznica, Polônia, 10 de novembro de 2021
Na quarta-feira (10), ante o aumento da violência na fronteira entre Belarus e a Polônia, o presidente russo mostrou ser favorável ao contacto direto entre Bruxelas e Minsk, e o potencial reatar de suas relações.
Moscou, até o momento, se mostra disponível para participar de discussões com seus parceiros europeus sobre como resolver a questão belarussa, uma vez que a Rússia é um aliado próximo do governo de Minsk.

Crise na fronteira com a UE e instabilidade no mar Negro

Contudo, apesar de ambos os líderes estarem cientes da gravidade da atual crise vivida na Europa, "a natureza desestabilizadora e perigosa das atividades provocatórias das Forças Armadas dos EUA e de vários outros países da OTAN no mar Negro também foi notada", advertiu o Kremlin em um comunicado.
As aeronaves de reconhecimento da OTAN elevaram significativamente a intensidade dos voos perto das fronteiras russas no mar Negro, ressaltou a Defesa russa.
Na terça-feira (9), um avião de reconhecimento e controle de ataques E-8C da Força Aérea dos EUA foi identificado próximo da fronteira russa sobre o mar Negro. A atividade de aviões e drones de reconhecimento estrangeiros perto das fronteiras russas aumentou, apesar de Moscou ter apelado à aliança ocidental, por várias vezes, para parar tais ações.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала